Eleitor ainda não sabe em quem votar, dizem pesquisas

Dois temas estão ocupando boa parte da mídia manauara no início desta semana. O primeiro é o aumento da incidência de casos infecção por coronavírus, como já havíamos falada na semana anterior, e o segundo são as pesquisas eleitorais que apontam a preferência do eleitorado pelo ex-governador e também ex-prefeito de Manaus, Amazonino Mendes.

As pesquisas buscam aferir a preferência do eleitorado pelos candidatos ao cargo de prefeito de Manaus nas eleições que vão do dia 15 de novembro, mas a campanha só começou agora, isto é, candidatos e apoiadores só podem pedir votos a partir do último dia 27, domingo.

Mesmo assim, cabe analisar os números apresentados pelas pesquisas da DMP/ Rede Tiradentes e da Perspectiva Mercado de Opinião, nas quais os dois candidatos que despontam são Amazonino Mendes e David Almeida.

Na pesquisa espontânea da DMP, Amazonino tem 7,8% da preferência, enquanto Davi Almeida tem 5,4. Na da Perspectiva, Amazonino tem 13,1% e David Almeida tem 7,7%.

Na pesquisa estimulada, Amazonino tem 33% pela DMP, enquanto na Perspectiva ele é apontado com 32,7%. Almeida tem 18% da preferência do eleitorado na pesquisa da DMP e 18,5% na da Perspectiva Mercado de Opinião.

No entanto, o que é mais significativo nas duas pesquisas são os números que indicam quem não sabe em quem votar, e estão indecisos. A pesquisa da DMP aponta que 81,2% não sabem ainda em quem votar, enquanto a Perspectiva indica que 58,7% dos eleitores entrevistados ainda estão indecisos.

O que se pode dizer é que ainda é muito cedo para que o eleitor se defina acerca do candidato no qual vai votar. Além disso, a campanha vai ser atípica devido à covid-19 e os candidatos devem evitar aglomerações, então, internet com suas redes sociais, TV, rádio, e os celulares é que serão os instrumentos para fazer campanha eleitoral neste ano.

CPI e coronavírus

Enquanto a CPI Saúde vai sendo enterrada, apesar dos resultados apresentados apontando desvio de recursos públicos, não só durante a pandemia de coronavírus, mas desde muito antes, como aconteceu nesta terça-feira, quando, por falta de quórum, a Aleam teve sua sessão encerrada, inviabilizando votar a prorrogação e acabando com a CPI.

Por falar em saúde, o crescimento dos casos de covid-19 já ultrapassam os 136 Mil casos no Amazonas e as mortes ocasionadas pelo coronavírus já superam a marca dos 4.000 mortos, mesmo assim, a população circula, pelo menos boa parte dela, sem tomar precauções para reduzir o contágio pelo coronavírus. O uso de máscara é desprezado por esses indivíduos, que não se preocupam nem consigo nem com as pessoas que vivem ao seu redor, membros ou não de suas famílias.

Enquanto pesquisadores da Fiocruz afirmam que existe uma nova onda de contaminação pela covid-19 em Manaus e, por outro lado, o prefeito Arthur Virgílio Neto propõe lockdown na cidade, o governador afirma que é contra e isso não vai acontecer.

Por fim uma notícia triste, principalmente para quem gosta das brincadeiras folclóricas e, especificamente, dos bois-bumbás. Nesta terça-feira morreu, vítima da covid-19, o levantador de toadas Klinger Araújo. O artista tinha 51 anos e foi mais uma vida ceifada pelo coronavírus.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email