3 de julho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Efeito ‘Marina Silva’ causa preocupação e entusiasmo

https://www.jcam.com.br/FOTO_28082014 A3.jpg
Baseados nas últimas pesquisas, deputados analisam avanço de Marina na corrida presidencial

Os resultados das duas últimas pesquisas eleitorais (Ibope e CNT/ MDA Confederação Nacional do Transporte), nas quais a candidata do PSB, Marina Silva aparece com possibilidades de vencer a presidente Dilma Rousseff (PT), são objetos de preocupação e entusiasmo entre deputados estaduais ligados à base do governo federal e à Marina.
O deputado e candidato ao governo do Amazonas, Marcelo Ramos (PSB) enxerga com entusiasmo os números das pesquisas e aposta que a mudança de comportamento deve refletir também no Amazonas. “A única proposta presidencial que acompanha a linha de raciocínio que remete a renovação é a da Marina, assim como a nossa pro Estado”, comenta.
Para o deputado Wanderley Dallas (PMDB), o perfil do eleitor da Marina Silva pode ser definido como os jovens que ocupam as universidades. “Muitos brasileiros simpatizam com a Marina, mas recuaram quando ela surgiu como vice-presidente. Agora, com ela na liderança da campanha, não surpreende esse avanço”, avalia.
Na avaliação do deputado José Ricardo (PT) os resultados ainda refletem o acidente aéreo que vitimou o ex-governador de Pernambuco e candidato à presidência –de quem Marina Silva seria vice-presidente -, Eduardo Campos. “O sentimento de perda ainda é muito grande e só daqui pra frente teremos um quadro mais real do que será sentido nas urnas”, arrisca. No entanto, não descarta a ascensão de Marina como um alerta à coordenação do PT. “É inegável o potencial dela e vamos ter que nos desdobrar para que Dilma possa enfatizar a importância de continuar no cargo”, explica.

Pesquisa
Pesquisa encomendada pela CNT (Confederação Nacional do Transporte), divulgada ontem, apontam que a candidata pelo PSB à Presidência da República, Marina Silva, está a seis pontos da presidente Dilma Rousseff (PT), que, no primeiro turno, mantém a liderança na corrida ao Palácio do Planalto.
No entanto, nas simulações de segundo turno, Dilma perderia no confronto direto com Marina Silva. A candidata do PSB recebeu 43,7% das intenções de votos, enquanto Dilma alcançou 37,8%.
No cenário com Aécio Neves, Dilma venceria com 43% dos votos contra 33,3% recebidos pelo candidato do PSDB. Na pesquisa de abril, Dilma venceria com 39,2% na disputa com Aécio, que subiu quatro pontos percentuais no segundo turno – -já que ele tinha registrado 29,3% no levantamento de abril.
Na disputa entre Marina e Aécio, a candidata do PSB receberia 48,9% dos votos, enquanto o candidato do PSDB 25,2%. Segundo o levantamento, 55,2% dos eleitores não consideram que as posições de Marina em defesa do meio ambiente podem afetar o desenvolvimento do país, contra 29,7% que acreditam nesse impacto.
A pesquisa da CNT confirma o cenário diagnosticado pelo Ibope, divulgado terça-feira (26) pelo jornal “O Estado de S. Paulo” em parceria com TV Globo, que mostra Dilma com 34% das intenções de votos no primeiro turno, seguida por Marina, com 29%, e Aécio, com 19% dos votos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email