Eduardo Braga toma posse no Senado

“Estamos assumindo o Senado com uma representação histórica em que a bancada está unida em torno dos interesses do Estado e afinada com a base aliada da Presidente Dilma Rousseff”.
Desta forma o senador Eduardo Braga definiu sua posse nesta terça-feira, primeiro de fevereiro, em Brasília. Ele e outros 53 senadores eleitos em outubro de 2010 para um mandato de oito anos, que termina em 31 de janeiro de 2019, prestaram o juramento constitucional e participaram da eleição que reconduziu José Sarney (PMDB/AP) à Presidência do Senado.
Eduardo Braga assume o Senado com o compromisso de lutar pela geração de emprego e renda no país, especialmente em seu Estado, o Amazonas; defender a Zona Franca de Manaus, lutando pela prorrogação dos incentivos por mais 50 anos e pela extensão de seus benefícios aos municípios da Região Metropolitana; melhorar a qualidade de vida no interior, promovendo a inclusão social dos povos da floresta e fortalecer a batalha por um modelo de desenvolvimento sustentável.
“Prometo guardar a Constituição Federal e as leis do país, desempenhar fiel e lealmente o mandato de senador que o povo me conferiu e sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”. Este foi o juramento feito pelos senadores, lido na sessão inaugural pelo ex-presidente da República Itamar Franco (PPS-MG), de 80 anos, o senador mais velho.
Após a posse, os senadores ouviram, de pé, o Hino Nacional.
A primeira sessão do Congresso de 2011, quando ocorrerá a abertura oficial dos trabalhos legislativos, está marcada para as 16h desta quarta-feira (2), com a presença, na Casa, da presidente Dilma Rousseff, que deve trazer a mensagem e o plano de governo para este ano.
Em geral, o chefe da Casa Civil é o portador desses documentos, mas Dilma, a exemplo do que já fizeram os então presidentes José Sarney e Luiz Inácio Lula da Silva, preferiu trazê-los pessoalmente.
Anteriormente, na segunda e terça-feira, o senador se reuniu com os demais parlamentares da bancada do Amazonas, para tratar dos compromissos do grupo em Brasília. Braga foi eleito com votação histórica e mais de 1 milhão de votos.
Já no dia de sua posse, Eduardo Braga viu seu colega de partido, José Sarney, ser eleito, pela 4ª vez, presidente do Senado federal.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email