Edição de 2009 gera 500 empregos diretos

A oportunidade de fechamento de negócios e renda, gerada pela maior vitrine de produtos, serviços e inovação regionais –a Fiam 2009 (Feira Internacional da Amazônia)- chegou mais cedo a centenas de trabalhadores de Manaus. A mão-de-obra está em ritmo intensivo para preparar os últimos detalhes até o início da feira, marcado para amanhã. Os trabalhos envolvem as ações previstas nas programações oficial e paralela da feira, organização de eventos, preparação da infraestrutura que vai acolher os visitantes, bem como logística, segurança e limpeza dos ambientes onde vão ocorrer atividades.
De acordo com dados da Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus), realizadora da Fiam, o evento gerou oportunidade de emprego direto a aproximadamente 500 pessoas. “Nessa conta, entram ainda outros 2.000 empregos indiretos, oportunizados pela cadeia produtiva envolvida com a realização desse grande evento da Amazônia Continental”, salientou a superintendente da autarquia, Flávia Grosso.
Para a superintendente, a feira não é só uma área de exposição (de produtos, serviços e novidades em tecnologia), mas um ciclo que vai desde a geração de oportunidades de trabalho e negócios até a criação de políticas que valorizem o desenvolvimento sustentável da região. “Além da exposição, o evento inclui a jornada de seminários, mostra de trabalhos técnico-científicos e salão de projetos de investimentos”, lembrou a superintendente.

Montagem dos estandes

A montagem dos estandes dos 340 expositores, distribuídos entre representantes da indústria, produtores regionais, empresa de serviços, instituições de ensino, pesquisa e desenvolvimento, entidades de classe e do governo, nas três esferas, começou desde o último dia 16 e se encerra hoje, com a decoração dos espaços a serem visitados pelos convidados e público em geral.
A expectativa dos organizadores é que entre 100 mil e 120 mil pessoas confiram as principais novidades em produtos e serviços regionais, durante os dois dias de exposição abertos ao público, na sexta-feira, 27, e sábado, 28.

Governo estadual apresenta projetos na feira

Desenvolvimento sustentável, inovação tecnológica e infraestrutura são o eixo da exposição do Governo do Amazonas na 5ª Fiam. Anfitrião do evento, o Estado apresentará em um estande exclusivo, a Tenda do Amazonas, uma amostra de projetos e programas desenvolvidos por 21 órgãos governamentais em setores estratégicos, com destaque para o Prosamim (Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus), Gasoduto Manaus-Coari, Ponte sobre Rio Negro (Manaus-Iranduba) e Manaus Copa 2014.
Sob a coordenação da Seplan (Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico), a participação do Amazonas na 5ª Fiam busca a promoção de oportunidades de negócios, atração de investidores, a promoção comercial de produtos e serviços da região, além da articulação de parceria técnico-científica.
A Tenda do Amazonas, um espaço com mais de mil metros quadrados, vai reunir projetos de secretarias, fundações, autarquias e empresas públicas. Um dos destaques é o projeto do Musa (Museu da Amazônia), para a construção de uma torre para experimentos científicos e o Programa de Biocombustível do Amazonas, na esfera da Sect (Secretaria de Ciência e Tecnologia). A ADS (Agência de Desenvolvimento Sustentável) apresentará os programas de negócios sustentáveis e de regionalização da merenda escolar, de móveis escolares e ações de incentivo à produção de fibras, juta e malva.

Produção de biodiesel

A Seind (Secretaria de Estado para o Povos Indígenas) fará duas exposições, a institucional com os programas de divulgação das políticas do setor no eixo nacional e internacional. No Pavilhão da Amazônia a Seind promoverá a exposição de artesanato indígena de produtores da região do Alto Solimões, Alto Rio Negro, Javari, Baixo Amazonas, Médio Rio Negro e Triângulo Jutaí, Juruá e Solimões.
A SDS (Secretaria de Desenvolvimento Sustentável) fará apresentação dos projetos de sustentabilidade econômica e etnodesenvolvimento nas comunidades indígenas. A secretaria levará para a apresentação na Tenda do Amazonas uma maquete do sistema fotovoltaico de geração de energia elétrica e as fases do processo de produção de biodiesel e os dados da fiscalização ambiental que apontam a redução do desmatamento.

Destaque para micro e pequenas empresas

O Dimp (Distrito de Micro e Empresas de Pequeno Porte Ozias Monteiro), centro industrial que reúne empreendedores dos setores de madeira-móveis, fito-fármacos e fito-cosméticos, terá um espaço no Pavilhão da Amazônia para exibir sua produção. Sob a responsabilidade da Seplan (Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico), o Dimpe demandou investimentos de R$ 14 milhões e gera 360 empregos diretos e 1.080 indiretos. Na feira, serão expostos móveis com madeira de certificação e biocosméticos, setores cuja produção já é exportadas para alguns países da Europa.

Ciclo de palestras

O governo estadual também estará realizando um ciclo de palestras enfocando assuntos como a Copa 2014, Controle de Desmatamento e Prosamim. As palestras iniciam na sexta-feira, 27, com duração máxima de 30 minutos, na Tenda do Amazonas, com o tema “Principais Desafios para a realização da Copa 2014”, com o consultor Érico Giovanetti, da empresa de consultoria Deloitte, às 18h. Às 18h40 acontece a palestra sobre mobilidade urbana de Manaus com o engenheiro Manuel Paiva. O Prosamim será tema da palestra de Lúcio Rabelo, às 19h.
No sábado, 28, está marcada a palestra sobre o e-Siga (Sistema de Informações Governamentais do Amazonas) com a assessora da Seplan Josenete Cavalcante da Costa, do Depi (Departamento de Pesquisa e Informação). Às 17h acontece a palestra “Amazonas Digital”, programa de integração das cidades do interior do Estado com acesso à internet, a ser proferida pelo secretário do Comitê Estadual de Política de Informática da Seplan Fabiano Castanhola. “Incentivos Fiscais Estaduais para Empreendedores” será o assunto do assessor da Seplan Isac Alves Jr, às 18h. O ciclo de palestra se encerra às com o tema “A Estratégia de Desenvolvimento Regional do Amazonas” com Marcondes Gadelha, diretor do DDD (Departamento de Desenvolvimento Regional). A relação completa das palestra estará disponível na página da Seplan (www.seplan.am.gov.br), no link “Destaque”.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email