15 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Economia mundial tem amortecedor contra a recessão

Enquanto a economia mundial enfrenta ventos contrários, as atuais previsões de crescimento oferecem uma proteção contra uma possível recessão global, disse ontem (23) a autoridade número dois do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Entre as principais ameaças ao crescimento econômico, a primeira vice-diretora-gerente do FMI (Fundo Monetário Internacional), Gita Gopinath, disse que o conflito na Ucrânia pode aumentar, acrescentando poderá haver sanções e contrassanções. Suas declarações foram feitas durante entrevista no Fórum Econômico Mundial em Davos. Segundo ela, outros grandes desafios incluem inflação, aperto das taxas de juros pelos bancos centrais e desaceleração do crescimento chinês.

“Então, tudo isso fornece riscos negativos para nossa previsão”, afirmou Gita Gopinath, com referência à estimativa de crescimento global do FMI para 2022 divulgada no mês passado de 3,6%, um rebaixamento em relação ao prognóstico de 4,4% de janeiro.

“Eu diria que em 3,6% há um amortecedor”, disse ela, admitindo, no entanto, que os riscos são desiguais em todo o mundo.

“Há países que estão sendo duramente atingidos. Nações na Europa que estão sendo duramente atingidos pela guerra, onde podemos ver recessões técnicas”, acrescentou Gita. A representante do FMI disse que a inflação “permanecerá significativamente acima das metas do banco central por um tempo”, acrescentando: “É muito importante que os banqueiros centrais de todo o mundo lidem com a inflação como um perigo claro e presente, isso é algo com o qual eles precisam lidar de forma muito contundente”, alertou.

“As condições financeiras podem apertar muito mais rapidamente do que já vimos. E o crescimento na China está desacelerando”, afirmou.

O Federal Reserve, Banco Central dos Estados Unidos, está à frente no aperto entre os maiores bancos centrais, com dois aumentos de juros neste ano. O segundo, de 0,5 ponto percentual, foi a maior em 22 anos. Pelo menos mais dois aumentos dessa magnitude são esperados nas próximas reuniões.

“O que é muito importante é que o Fed observe os dados com cuidado e responda na escala necessária para lidar com os dados recebidos”, disse Gopinath. “Então, se a inflação for especialmente disseminada, estiver subindo ainda mais, eles podem precisar reagir com mais força”, completou.

As oscilações devem afeita diretamente a economia do Brasil, que neste momento passa por uma crise difícil, refletindo ainda mais na política de escalada dos preços dos combustíveis com base na variação da cotação do produto no mercado internacional, além do câmbio da moeda norte-americana. Mais bomba vem por aí, com certeza.

Perfil

Fritura anunciada na Câmara

Aconteceu o que já se previa. Ontem, o presidente da Câmara Federal, Arthur Lira (PP-AL), não aguentou a pressão de Bolsonaro exigindo a saída do deputado Marcelo Ramos (PSD-AM) da vice-presidência da Casa. O parlamentar pelo Amazonas tem sido uma pedra no sapato do presidente com tantos questionamentos ao governo, principalmente em relação à manutenção da isenção do IPI. Ramos vinha sendo fritado no cargo há muito tempo, algo que incomodava muito o chefe do Planalto, acostumado a retaliar os seus desafetos, segundo analistas políticos.

Marcelo Ramos está à frente das articulações que culminaram com a suspensão dos decretos presidenciais sobre mudanças no IPI, ameaçando os mais de 500 mil empregos diretos e indiretos no Amazonas. Porém, o ministro do STF Alexandre de Moraes atendeu aos apelos da bancada amazonense, suspendendo as alterações no tributo, extremamente prejudiciais à ZFM. A decisão é temporária e precisa do referendo do plenário do Supremo. Comentando o seu afastamento, o deputado foi incisivo, direto. “Eu não troco os interesses do Amazonas por cargo”, disse. Convém reforçar ações que mantenham a intocabilidade da cadeia produtiva no Estado.

Recurso

A AGU impetrou com um recurso no STF argumentando que a ZFM não é um paraíso fiscal soberano, imune ao contexto econômico-fiscal do restante do Brasil, mas um regime jurídico de desoneração integrado a uma federação. Diz ainda que, sob a Constituição de 1988, possui diversos projetos de justiça e de desenvolvimento. E que não faz sentido sustentar um regime de fomento às custas da inanição da indústria nacional como um todo. Argumento de quem não conhece as nossas peculiaridades.

Pane

Ontem, o painel milionário da Câmara passou por um problema técnico, obrigando os vereadores a votarem projetos de lei em tramitação sem o equipamento. O aparelho custou a bagatela de R$ 630 mil aos cofres da Casa Legislativa. A nova ferramenta foi instalada durante a presidência do vereador Joelson Silva (Patriota) para registrar imagens dos parlamentares no plenário, além de propagandas institucionais. E voltou a funcionar ao término das sessões híbridas. Muitos se estressaram com as falhas.

Influência

O pesquisador Tulio de Oliveira e a ativista indígena Sonia Guajajara são os dois brasileiros que integram a nova lista das 100 pessoas mais influentes do mundo feita pela Time. A publicação aponta pessoas que exerceram influências no ano, não necessariamente positivas. Na relação também constam Vladimir Putin e Volodymyr Zelensky, além do líder do Chile, Gabriel Boric, que assumiu o governo com 36 anos. Sonia quase foi processada por criticar Bolsonaro. O presidente deve estar enojado.

Estrada

A Justiça acatou um recurso do Ministério Público do Estado exigindo a recuperação da AM-010, que está praticamente intrafegável pela quantidade de buracos, ameaçando motoristas que viajam pela estrada. A decisão é do juiz de direito Saulo Góes Pinto, titular da 1ª Vara da Comarca de Itacoatiara. Ele determinou que o Estado do Amazonas execute imediatamente as obras na via. Muitas pessoas alertam que o risco é grande. Os trechos são um desafio. Um perigo iminente. Temos que preservar vidas.

Empreendedorismo

Empresários têm mais possibilidades para fechar negócios em Manaus com a feira The Week, que será realizada de 3 a 5 de junho, das 10 às 22h, no Centro de Convenções Vasco Vasques. É um momento importante para a retomada da economia na cidade. A promoção é da Million Produções e Eventos, com o apoio da Amazonastur. A entrada é gratuita. A expectativa é reunir 20 mil pessoas numa estrutura que abrigará 120 empresas divididas em s setores de casa e decoração, festas e serviços. Boa pedida.

Recorde

A enchente deste ano está perto de atingir o recorde do nível das águas, quando os rios avançaram mais de 30 metros em 2021. Até ontem, a cheia alcançou a cota de 29,7 metros, estando a 51 centímetros do registrado no período anterior, segundo dados do Porto. Algumas ruas do Centro estão praticamente inundadas. O acesso é só por canoas, barcos e veículos leves. A prefeitura e o governo executam um plano de contingência. No interior, a situação é de muito sofrimento. Uma situação recorrente.

Redução

Ontem, o governo anunciou mais uma redução de 10% nas alíquotas do Imposto de Importação sobre grande parte dos produtos comprados no exterior, incluindo ao todo 6.195 códigos tarifários da Nomenclatura Comum do Mercosul, mais de 87% do universo tarifário do País. Ou seja, mais de 6 mil mercadorias serão consideradas, entre eles feijão, carne, massas, biscoitos, arroz e materiais de construção. A decisão começa em 1º de junho e valerá até 31 de dezembro de 2023. Veremos as implicações.

Presidência

João Doria desistiu da corrida presidencial. A decisão foi vista por lideranças do PSDB como uma sinalização de que a sigla decidiu se valer do peso histórico e político de São Paulo, Estado que governa há mais de 26 anos e cuja eleição está sob ameaça inédita desde 1995. Com Doria candidato ao Planalto, dirigentes partidários avaliaram que as chances de reeleição do governador Rodrigo Garcia (PSDB) seriam diminutas em razão da rejeição do antecessor nas pesquisas. Dória se diz traído. E não aguentou a pressão.

FRASES

“Não troco interesses do Amazonas por cargo”.

Marcelo Ramos (PSD-AM), deputado, sobre seu afastamento da vice-presidência da Câmara

“Temos vários economistas participando da elaboração do plano”.

Glaise Hoffmann, presidente do PT, ao anunciar projeto do partido para as eleições.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email