1 de julho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

“Precisamos ser a mudança que visionamos” (Mahatma Gandhi)

“Todos pensam em mudar o mundo, mas ninguém pensa em mudar-se a si mesmo” (Leo Tolstoy)

“Se você realmente quisesse ser diferente, estaria no processo de mudança agora mesmo” (Fred Smith). 

   Segundo Ari Lima, o processo de mudança pessoal é provavelmente uma das tarefas mais difíceis de realizar pelo ser humano. Em geral as pessoas não estão totalmente satisfeitas com seus comportamentos, seja pessoal ou profissional, e encontram grandes dificuldades em realizar as mudanças necessárias.

   Há casos de condutas que gostaríamos de abandonar, mas continuamos a repeti-los compulsivamente, ou às vezes tentamos ser diferentes do que somos e ter comportamentos que não conseguimos. Em todas estas situações falta-nos uma estratégia para realizar as mudanças que precisamos.

   Alguns exemplos de comportamentos que em geral as pessoas gostariam de modificar são: vicio de fumar, alcoolismo, comer em excesso, hábitos alimentares, medo de falar em público, atividade física, programa de estudo, mudança profissional, relacionamentos afetivos, relacionamentos profissionais, atitudes inadequadas, cuidados pessoais, organização e tantos outros hábitos que desejariam que fossem diferentes, mas que não conseguem modificá-los.  

   O fumante, por exemplo, frequentemente promete a si mesmo, abandonar o vício, o obeso deseja controlar sua alimentação e o sedentário aspira iniciar um programa de atividades físicas. O profissional incompetente promete iniciar um programa de estudo e desenvolvimento profissional, e o viciado em trabalho promete mudar seu estilo de vida e se dedicar mais ao lazer e à família. Em geral estes compromissos ficam apenas no plano das intenções enquanto o tempo passa e nada acontece. 

   Julie Redstone já dizia: Às vezes acontece que a fim de que surja uma nova identidade, não somente devem ocorrer as mudanças internas, mas as estruturas externas na vida de uma pessoa precisam ser liberadas. Este deixar ir pode incluir os relacionamentos, o trabalho, a segurança financeira, até o lugar no qual se vive. Este tipo de mudança drástica pode parecer aleatório ou desnecessário  e pode parecer que tem somente consequências negativas. Entretanto, uma inteligência superior existe dentro do plano de vida para cada alma. Tal inteligência contém a compreensão de que o que foi perdido ou liberado  será substituído por uma nova série de circunstâncias que a alma está esperando, circunstâncias que trarão maior crescimento em você e que somente o deixar ir pode proporcionar.     

   Diante disto, é a serenidade da alma  e a conexão com esta parte mais profunda de si mesmo que permite  que se mova com maior facilidade através de toda a turbulência que possa vir.  É como navegar em uma onda sem terra à vista, confiando que ela os levará a uma praia segura.      

   Para mudar realmente a pessoa deve assumir um forte compromisso consigo mesma, tem que ter amor por si, ter disciplina e determinação para se realizar em todos os sentidos e transformar sonhos em realidade.

*Augusto Bernardo Cecílio é Auditor fiscal e professor.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email