E-commerce puxa outros nichos

De acordo com levantamento do Sebrae, só no Brasil, mais de 600 mil micros e pequenas empresas foram obrigadas a fechar as portas nos primeiros meses de 2020.

Para a maioria das que conseguiram resistir, a alternativa foi migrar para o virtual. Segundo a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), mais de 100 mil lojas online foram criadas neste período de quarentena, até agora.

Ou seja, se por um lado a pandemia impossibilitou o funcionamento de algumas empresas, por outro, criou novas necessidades a serem atendidas e nova oportunidade na crise.

Um levantamento feito pela Conversion apontou um crescimento de 51% no e-commerce, com mais de 1 bilhão de visitas a lojas virtuais. Isso comparado à fevereiro, quando ainda não havia sido decretada a pandemia.

E junto com o comércio eletrônico, setores relacionados como o de logística e tecnologia também expandiram.

No caso das transportadoras, o que se vê é um cenário sem precedentes. Ao mesmo tempo em que receberam o aumento na demanda por entregas causado pelo crescimento do e-commerce, se viram forçadas a realizar uma série de adaptações no seu funcionamento por conta das restrições impostas para combater a covid-19.

Para proteger os funcionários do grupo de risco, muitas transportadoras estão trabalhando com efetivo reduzido. Além disso, a malha aérea sofreu uma redução de 90%, o que sobrecarregou o modal terrestre.

Para reverter esse quadro, as empresas estão qualificando os serviços. Os Correios, por exemplo, investiram na compra de veículos para fazer as entregas.

E como você, lojista, fica em meio a tudo isso? Saiba que este cenário pode ser facilitado com o uso da tecnologia, demanda que também cresce durante a pandemia. Um exemplo deste crescimento é o caso do Melhor Envio.

Startup que simplifica o frete ajuda lojistas na crise

Assim como o e-commerce foi impulsionado, as buscas pelo Melhor Envio também cresceram. Aumentaram 204% no Google.

O resultado é que a plataforma cresceu 293% nos três primeiros meses de pandemia e está recebendo mais de mil novos cadastros por dia!

Para lidar com o crescimento rápido, a startup pretende quadruplicar a equipe de atendimento até o fim do ano. E está trabalhando para disponibilizar ainda mais transportadoras para os usuários, além de novas parcerias com plataformas de e-commerce e marketplaces.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email