E-commerce e delivery protagonizam movimento DLI

O e-commerce e o delivery  serão os protagonistas das vendas durante a  tradicional data em alusão ao movimento DLI (Dia Livre de Impostos), que acontece no dia 4 de junho. A campanha promovida pela  CDL Jovem (Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem), vai permitir que os consumidores comprem pela internet produtos sem a carga tributária embutida em serviços e produtos finais com preços 30% mais baixos. 

De acordo com o IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação), o Brasil é o 14º em um ranking de 30 países, que mais arrecada imposto. Em média, segundo o Instituto, o brasileiro trabalha 153 dias – ou cinco meses do ano – apenas para pagar tributos, que correspondem a mais de 40% do rendimento do trabalhador. Além disso, é aquele que dá o pior retorno à sua população, em relação aos valores arrecadados, no que se refere ao retorno à população, em termos de serviços públicos de qualidade.

Há dez anos a CDL Jovem levanta a bandeira de redução de impostos e bom uso deles. “Infelizmente não é o que temos visto acontecer. Mas o cenário atual é bem melhor que quando iniciamos”, diz o vice-presidente da CDL Jovem Amazonas, Victor Gonzales. O DLI traz esse prisma de conscientização, onde empresas dão subsídio nos seus produtos. O abatimento são de acordo com as cargas tributárias dos ítens. 

“Então, dar continuidade nesse processo de conscientização, sobre como nossa vida poderia ser mais fácil se não pagássemos tantos impostos e se tivéssemos o retorno devido, é bastante relevante para nós. E como a iniciativa privada, de modo geral, está sendo provada e tendo que se reinventar nesse momento disruptivo, assim também estamos fazendo com a edição online do DLI”, enfatiza Victor, dado o momento em função da pandemia a edição deste ano, será exclusivamente online.

Ele detalha que o valor praticado pelos estabelecimentos serão de responsabilidade dos mesmos. Mas a margem retirada de imposto nos produtos é calculada por advogados tributaristas, observadas diversas especificidades da região, como questões da Zona Franca. 

Para evitar aglomerações os postos de combustíveis estarão de fora do evento. A questão sanitária é uma das maiores preocupações da entidade. Com isso, apenas o e-commerce, delivery e drive thru, vão atender os consumidores.

O coordenador da CDL Jovem Amazonas, Luiz Eduardo Leal, reforça que “O atual cenário em que vivemos, nos leva massificar as vendas on-line. Nosso objetivo é estimular os lojistas a deixarem seus produtos e serviços no alcance do consumidor através de um site criado exclusivamente para a ação”.  E enfatiza a data com a mesma bandeira dos últimos anos. Queremos o não aumento dos impostos e diminuição da burocracia. 

Com a participação de três shoppings, além de alguns municípios que participaram pela primeira vez, no ano passado a ação alcançou mais de 50% de aumento do fluxo nos shoppings e mais de 500 mil pessoas. 

“Continuamos com a mesma bandeira dos últimos anos. Queremos o não aumento dos impostos e diminuição da burocracia. Esse ano, mesmo com a pandemia, iríamos fazer algo institucional e agora temos a possibilidade da população participar, mesmo on-line desse protesto”. Sobre a adesão dos municípios o coordenador da CDL Jovem diz que estão aguardando se algum  município vai adotar.

Por dentro

O Dia Livre Impostos 2020 contará com a participação de vários segmentos do varejo, como hamburguerias, petshops, entre outros. Os produtos ficarão disponíveis na página www.dialivredeimpostos.com.br. Lá, o consumidor poderá encontrar os estados, as cidades e as lojas participantes da campanha; selecionar, visualizar os produtos disponíveis com a isenção dos impostos, em seguida, se direcionar ao WhatsApp da empresa para efetuar a compra.

Adesão

Os lojistas de todo o estado que queiram participar do DLI 2020, basta entrar em contato com a CDL Jovem pelo telefone: (92) 99367-9048 ou pelo e-mail: [email protected] Preencher o protocolo, dar o de acordo e alinhar detalhes para o dia da ação.

A CDL Jovem preocupada com a saúde da população estará fiscalizando as empresas participantes em toda a questão da higienização dos produtos a serem comercializados, além dos cuidados necessários com os colaboradores que estarão trabalhando para suprir a necessidade no dia da campanha.

É necessário que todos os lojistas tenham em mente o cuidado com o manuseio, higienização, até a entrega do produto ao cliente, para que estejamos alinhados com as precauções necessárias e impostas pela Organização Mundial da Saúde e pelo Ministério da Saúde no combate ao novo Coronavírus    

Fonte: Andreia Leite

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email