Dona Flor projeta crescimento

Resultado do esforço dos empresários Marcelo Yamasita, Paulo Gulherme e Fa­brí­cio Sasaki, foi fundada há quatro anos a Dona Flor Mobília, com o objetivo de o­fe­re­cer produtos que aliassem o equilíbrio entre qualidade, design, conforto e preços competi­tivos.
O faturamento da empresa em 2007 alcançou R$ 3,5 milhões, atingindo um crescimento de 40% sobre o ano anterior. Tal crescimento foi gerado pela abertura de novos mercados, como a região de Ma­naus, que consome 15% da produção atu­-almente, e pelo início das exportações de seus produtos.
“A empresa também investiu na ampliação das linhas e implantação de sistemas de geren­ciamento de olho no aumento do consumo no país, no segmento hoteleiro e nas exportações”, afirmou Marcelo Yamasita, diretor comercial da empresa.
Segundo o empresário, as exportações representam apenas 10% do volume produ­zido pela Dona Flor Mobília, porém a empresa já estuda novas demandas, com embarques para a Europa ainda neste primeiro trimestre. A expectativa é de que a receita com o mercado externo cresça em 2008, atin­gindo também outros países da América do Sul, trazendo, com isso, números mais expressivos.
Para ampliar sua participação no segmento hoteleiro, a Dona Flor está desenvol­vendo linhas de produtos empilháveis e muito práticos, atendendo a regras fundamentais do setor e, assim, destinar 20% de sua produção para este mercado.

Levantamento – Um levantamento feito pela revista Multi Cidades – Finanças dos Municípios Brasileiros apontou que as cidades de Manaus (AM), Belém (PA), Rio Branco (AC) e Porto Velho (RO) foram as que mais aplicaram em investimentos na região Norte do país em 2006, se comparado com o ano de 2005. O anuário, que foi divulgado na semana passada, aponta que a maior cidade do Norte do Brasil, Manaus, dobrou os investimentos, enquanto que Belém aplicou 125,3% a mais, seguida por Rio Branco, com aumento 132,9% em 2006.
# # #

Levantamento 2 – Pelo levantamento, que tem como base os números repassados pelas cidades brasileiras à Secretaria do Tesouro Nacional, os municípios do Norte do país responderam por 8,5% de todo o investimento realizado pelos governos locais. Em comparação ao ano de 2005, os investimentos da região cresceram 57%, passando de R$ 1,13 bilhão para R$ 1,77 bilhão.
# # #

Lucro – A Itautec anunciou lucro líquido consolidado de R$ 100,6 milhões em 2007. O lucro operacional ficou em R$ 77,6 milhões, representando um crescimento de 152,1% na comparação com o ano anterior. A receita bruta com produtos e serviços atingiu R$ 1,7 bilhão, número 3,5% maior que o de 2006.
# # #

Estimativa – O mercado brasileiro de cartões de crédito segue apresentando bom ­de­sempenho. Até o final desse mês a estimativa é fa­turar R$ 15,1 bilhões, um ­incremento de 24,4% se comparado aos R$ 12,2 bilhões registrados em fevereiro do ano anterior. Este resultado reforça o crescimento apresentado pela indústria em janeiro e continua superior ao crescimento médio regis­trado em 2007. Ao final do mês, usuários de cartões de crédito em todo o Brasil devem ter realizado 204 mi­lhões de transações com o plástico, a um valor médio de R$ 74,3. Os dados são da pesquisa Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento, desenvolvida mensalmente pela Itaucard.
# # #

Logística – Em entrevista ao Jornal do Commercio (RJ), o presidente dos Correios, Carlos Henrique Custódio, informou que a estatal está prestes a criar uma empresa de logística, cuja receita inicial será da ordem de R$ 500 milhões. A previsão de faturamento na casa, que é de R$ 500 milhões, se ­baseia nos desembolsos feitos na segunda-feira pela ECT para as empresas aéreas, cujos contratos poderiam ser transferidos para a nova coligada.
# # #

Visita – O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lu­pi, se mostrou impressionado na sexta-feir

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email