Dólar mantém R$ 1,650 no últimos negócios do fechamento

O dólar comercial foi trocado por R$ 1,650, estável, nos últimos negócios de terça-feira, estável sobre a cotação final de segunda-feira.

O dólar comercial foi trocado por R$ 1,650, estável, nos últimos negócios de terça-feira, estável sobre a cotação final de segunda-feira. Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi vendido por R$ 1,760, sem variação sobre o preço de segunda-feira.

Saída de
recursos
Operadores destacaram a forte saída de recursos na jornada de terça-feira, antevéspera de um feriado prolongado, o que tende a aumentar a volatilidade dos negócios e estimular posições defensivas dos agentes financeiros.
Nos últimos minutos de operações, o fluxo de saída perdeu força, o que permitiu a taxa ajustar praticamente sem variação sobre o preço de ontem.
A inflação foi o principal assunto do dia. A segunda prévia do IGP-M em maio (1,54%) foi mais que o quádruplo da inflação medida no mesmo período em abril, o que suscitou preocupação entre alguns analistas a respeito das medidas que o governo pode tomar.
Em análises reveladas nos últimos dias, economistas de bancos e corretoras manifestaram frustração com a perspectiva do governo não elevar a meta de superávit para as contas públicas.
O Banco Central entrou no mercado às 15h37 e comprou dólares por R$ 1,6509 (taxa de corte). Até ontem, o nível das reservas internacionais atingiu US$ 198,028 bilhões.

Juros
futuros
Na BM&F (Bolsa de Mercadorias & Futuros), o mercado futuro de juros ajustou para baixa as taxas projetadas para 2010 e 2011.
No contrato de janeiro de 2009, a taxa projetada subiu de 13,09% ao ano para 13,10%; no contrato de janeiro de 2010, a taxa projetada cedeu de 14,27% para 14,26%; e no contrato de janeiro de 2011, a taxa projetada passou de 14,22% para 14,19%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email