Dólar comercial tem queda de 1,63%, vendido a R$ 2,28

O dólar comercial foi vendido por R$ 2,280 nas últimas operações de quarta-feira, o que representa um decréscimo da moeda norte-americana de 1,63% sobre a cotação de terça-feira.
Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi cotado por R$ 2,410, em baixa de 0,82%.
No mês de março, a cotação da moeda americana sofreu seu maior tombo desde abril do ano passado. Para profissionais de corretoras, a queda somente não foi maior porque houve pressão dos agentes financeiros “comprados” (que ganham com alta do dólar) no mercado futuro de câmbio.
As Bolsas de Valores registram ganhos acentuados na jornada de ontem, refletindo alguns indicadores dos EUA um pouco melhores que previsto por analistas. Os investidores também monitoram a reunião de cúpula do G20, do qual se espera alguma solução de consenso para enfrentar a crise global.
O ministro Guido Mantega (Fazenda) adiantou que amanhã a cúpula do G20 pode aprovar um fundo mundial anticrise com recursos da ordem de US$ 1 trilhão, sendo US$ 200 milhões somente para estimular o comércio internacional.

Juros futuros

O mercado futuro de juros, que referencia as tesourarias dos bancos, voltou a rebaixar os juros, após o IBGE ter revelado somente um crescimento modesto (1,8%) da produção industrial, quando economistas estimavam pelo menos 3,3%.

Contraçãoforte

Na comparação dos 12 meses, a contração foi forte (17%), o que reforçou as apostas de mais corte dos juros básicos ainda neste mês.
No contrato para vencimento no mês de janeiro de 2010, a taxa prevista registrou um recuo de 9,66% para 9,65%; e no contrato que vence no mês de janeiro de 2011, a taxa projetada foi mantida em 10,28%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email