Dólar comercial fecha com declínio de 0,96% cotado para venda a R$1,739

O dólar comercial foi vendido por R$ 1,739 na quinta-feira, em um decréscimo de 0,96% sobre a cotação final anterior. Trata-se da menor cotação desde 8 de setembro de 2008.
Os preços da moeda americana oscilam entre R$ 1,754 e R$ 1,736. Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi cotado por R$ 1,840, em baixa de 1,60%.
A taxa de câmbio cedeu pela quarta sessão nos seis dias úteis deste mês.
Profissionais de mercado ainda destacam o fluxo positivo de divisas para o país como a principal razão para a derrubada do dólar nas últimas semanas. Nos últimos dias, foi bastante comentado o lançamento de ações do Santander, que atraiu bastante investidores estrangeiros. Outras operações semelhantes estão previstas para as próximas semanas, o que já levou alguns a estimarem taxas cambiais ainda mais baixas no curto prazo.
O Banco Central, no entanto, tem mantido sua prática diária de compras no mercado à vista.
Na quinta-feira, a autoridade monetária aceitou ofertas por R$ 1,7410 (taxa de corte), sem especificar os lotes adquiridos.
Em momentos de queda rápida das taxas, corretores esperam uma ação incisiva do BC no chamado “dólar pronto” (negociado à vista).

Juros futuros

Os contratos de juros futuros negociados na BM&F ainda projetam taxas mais altas nos vencimentos de longo prazo.
O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontou inflação de 0,24% em setembro (acima das projeções do mercado), ante 0,15% em agosto, pela leitura do IPCA, índice oficial para o regime de metas do governo.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email