Dólar comercial estabiliza e fecha cotado em R$ 1,907

O mercado de câmbio negociou o dólar comercial a R$ 1,907 para venda, sem variação sobre o valor de fechamento de ontem. Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi cotado a R$ 2,030 (valor de venda), estável sobre a cotação de fechamento anterior. O Banco Central realizou seu habitual leilão de compra e adquiriu moeda a R$ 1,9130 (taxa de corte).
O Federal Reserve, banco central dos EUA, seguiu as expectativas do mercado e manteve a taxa básica de juros em 5,25% ao ano. Em seu comunicado pós-reunião, a autoridade monetária mostra a preocupação habitual com a inflação, mas também declara que os “riscos de desaceleração do crescimento tiveram alguma elevação”.
Analistas ressaltaram que o Fed, ainda que tenha manifestado preocupação quanto aos problemas do setor de crédito imobiliário, não “carregou nas tintas”. Para esses profissionais de mercado, será preciso esperar a divulgação da ata, com os detalhes da reunião, para verificar até que ponto a autoridade monetária está realmente preocupada com os efeitos da crise das hipotecas sobre o restante da economia. O mercado futuro de juros cedeu, após um relativo “alívio” com a decisão do Fed. O contrato para janeiro de 2008 apontou juro de 11,11%, contra 11,11% anterior. No contrato de janeiro de 2009 a taxa projetada retraiu de 11,14% para 11,07%. E no contrato de janeiro de 2010 a taxa negociada recuou de 11,34% para 11,24%. O mercado avaliou de forma favorável o comunicado do Federal Reserve, banco central dos EUA, após a reunião em que a autoridade monetária manteve a taxa básica de juros em 5,25% ao ano. O Ibovespa, principal indicador da Bolsa brasileira, fechou em alta de 1,34%, aos 53.802 pontos. As ações valorizaram com volume expressivo de negócios: R$ 4,48 bilhões.
A taxa de risco-país, medida pelo índice Embi+ (JP Morgan), marca 188 pontos, com decréscimo de 4,56% sobre a pontuação final anterior.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email