Dólar cai 1,4% e fecha a R$ 1,79, no menor nível desde abril de 2000

O dólar comercial foi negociado a R$ 1,769 para venda, em retração de 1,39%, nas últimas operações de sexta-feira. Trata-se da menor cotação desde 18 de abril de 2000. Somente neste ano, a taxa de câmbio acumula uma desvalorização de 17,26%.

Profissionais de câmbio explicam a derrocada nos preços da moeda americana ao ingresso de recursos esperado com o IPO (oferta pública de ações) da Bovespa Holding e lembram que os investidores estrangeiros mantiveram uma par­ticipação da ordem de 70% nos lançamentos de ações realizados desde o primeiro semestre.

Pela manhã, o Banco Central entrou no mercado e adquiriu dólares a R$ 1,7795, sem conseguir segurar o declínio dos preços. A autoridade monetária não in­forma a quantia de moeda comprada, mas corretores estimam em torno de US$ 250 milhões.

“É claro que o fluxo por causa do IPO da Bovespa ajudou, junto com os ingres-sos por conta das outras ope­rações, que vinham ajudando o dólar a cair. Também teve a influência dos nú­meros americanos, que re­for­çaram a expectativa de que­ o Fed (o banco central dos EUA) vai cortar os juros por lá”, avalia Ideaki Iha, analista da corretora de câmbio Fair. No próximo dia 31, o colegiado do Fede­ral Reserve volta a se reunir para discutir a nova taxa bá­sica de juros americana, ho­je em 4,75% ao ano.
O mercado em peso apos­ta em uma redução desses juros em pelo menos 0,25 ponto percentual, mas uma parcela mais otimista acredita em um corte da ordem de 0,50 ponto.

A redução dos juros ame­ricanos amplia a distância em relação ao juro brasileiro, hoje em 11,25%, o que tende a ampliar o ingresso de recursos no país. O mercado futuro de juros, que ba­li­za as tesourarias dos ban­cos, rebaixou as projeções de taxas para 2008, 2009 e 2010.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email