Dívida líquida sobe para 44,4% do PIB em julho

A dívida líquida do setor público em relação ao PIB (Produto Interno Bruto) apresentou uma elevação de 0,1 ponto percentual no mês passado, para 44,4% do PIB (Produto Interno Bruto), contra 44,3% no mês anterior. Os dados foram divulgados ontem pelo Bano Central.
Essa dívida totalizava R$ 1,104 trilhão no mês passado. O superávit primário (receitas menos despesas, excluindo gastos com juros) de R$ 11,647 bilhões foi o principal fator para essa redução.
No ano, a relação entre dívida e PIB apresenta uma queda de 0,5 ponto percentual.
Contribuíram na redução da dívida o superávit primário de R$ 79,578 bilhões dos primeiros sete meses do ano, o efeito do crescimento do PIB e o ajuste na conta de privatizações.
No sentido contrário, tiveram impacto sobre a dívida o pagamento de juros (R$ 92,941 bilhões), o ajuste da apreciação cambial de 12,2% no acumulado do ano, o ajuste de paridade da cesta de moedas que compõem a dívida externa e o reconhecimento de dívidas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email