16 de abril de 2021

Disputa pela CPI pode prejudicar votação

A disputa entre governo e oposição em torno da abertura de uma CPI para investigar os gastos com car­tões corporativos...

A disputa entre governo e oposição em torno da abertura de uma CPI para investigar os gastos com car­tões corporativos da Uni­ão pode provocar um efeito colateral prejudicial ao Palácio do Planalto. Os oposicionistas reconhecem que o clima de confronto pode prejudicar a votação das medidas tributárias en­viadas pelo governo ao Congresso para compensar a perda de arrecadação com o fim da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira).
Entre as propostas encaminhadas pelo governo está a medida provisória que aumenta a alíquota da CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) do setor financeiro de 9% para 15%.
Para o presidente nacional do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ), existe risco real de o governo ver sua proposta rejeitada, especialmente no Senado, onde possui maioria mais frágil.
“Se houver CPI e for mantido esse clima de embate pelo governo, existe grande risco de ameaça à votação das propostas de seu interesse. Porque o ambiente estará todo contaminado pela discussão sobre esses gastos. Uma proposta que mexe com aumento de tributos, que é um tema sempre mais polêmico, torna-se mais difícil ainda de ser aprovada”, acredita Rodrigo Maia.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email