Diretor-geral da OMC admite que Rodada Doha não será finalizada em 2007

Pascal Lamy, diretor-geral da OMC (Organização Mundial do Comércio), admitiu na quarta-feira que a Rodada Doha não será concluída em 2007, mas mostrou confiança de que isso ocorrerá em 2008.

“Eu creio que é possível que a negociação termine em 2008 e que cheguemos a um acordo sobre a agricultura e a indústria”, disse.

A Rodada Doha começou em 2001 com o objetivo de liberalizar o comércio mundial com a finalidade de ajudar os países emergentes a se desenvolverem, mas seis anos depois ela ainda não foi concluída devido à falta de entendimento entre países ricos e emergentes.

“Antes do fim do ano não vejo avanços, mas sim que seria desejável que haja um progresso real no início do próximo ano para poder concluir a Rodada no final de 2008”, disse Lamy.

O diretor-geral da OMC ressaltou que os acordos tomam tempo e que os 151 países envolvidos na negociação preferem ter um bom acordo ainda que tardia, ao invés de uma rápida mas que não satisfaça totalmente.
“Estamos cozinhando, avançando, mas todo mundo sabe que uma boa comida leva tempo para ser preparada”, disse.

Lamy deu as declarações após a conclusão de uma conferência sobre a Revisão Global da Ajuda ao Comércio, que ocorreu na sede da OMC nos últimos dois dias.

A Ajuda ao Comércio é um sistema de financiamento que pretende identificar e apoiar projetos e programas que posteriormente possam desenvolver o comércio em países em desenvolvimento.

A Rodada Doha foi criada durante a 4ª Conferência Ministerial da organização, realizada na cidade de Doha (Qatar), em 2001, quando foi lançada uma nova rodada de negociações para liberalização do comércio mundial.

A nova rodada de negociações foi, então, chamada de Agenda de Doha para o Desenvolvimento (conhecida como Rodada Doha) e iria também se concentrar na implementação dos acordos alcançados na rodada anterior -chamada de Rodada Uruguai, que durou de 1986 a 1994.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email