28 de junho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Dirceu critica PT e elogia decisão do PSDB de pedir mandato de Chalita

O ex-ministro petista José Dirceu (Casa Civil) elogiou ontem a decisão do PSDB de São Paulo de requerer o mandato do vereador Gabriel Chalita à Justiça Eleitoral e criticou o PT por não ter a mesma iniciativa

O ex-ministro petista José Dirceu (Casa Civil) elogiou ontem a decisão do PSDB de São Paulo de requerer o mandato do vereador Gabriel Chalita à Justiça Eleitoral e criticou o PT por não ter a mesma iniciativa.
“O PSDB paulistano está certo ao decidir pedir de volta o mandato de Gabriel Chalita, o vereador da capital mais votado no Brasil (mais de 102 mil votos) e que deixou o tucanato e filiou-se ao PSB para ser candidato a senador no ano que vem”, disse Dirceu no blog.
Recém-filiado ao PSB, Chalita fez ataques ao governador José Serra para justificar sua saída do partido. Apesar de afirmar que entrará na Justiça com base no argumento jurídico de que o mandato pertence ao PSDB, o presidente municipal do partido, José Henrique Lobo, admitiu que as declarações do vereador pesaram. “Ele deixou o partido de maneira deselegante e descortês e investiu pesadamente contra Serra”. Dirceu defendeu que o PT faça a mesma coisa. “O partido (PT) devia ir à Justiça reivindicar os mandatos de quem trocou de legenda até 3 de outubro, data limite para a troca de partido por aqueles que pretendem disputar eleição ou reeleição no ano que vem”.
Segundo o petista, 31 parlamentares -27 deputados e quatro senadores- trocaram de partido, indiferentes à fidelidade partidária. “Assim como não existe meia gravidez, não existe meia fidelidade. Insisto na minha posição: mudou de partido, perde o mandato e o direito de se candidatar na próxima eleição. Só pode (só deveria) disputar na seguinte -os que mudaram agora, só deveriam concorrer nas eleições municipais de 2012. É o mínimo para que a lei tenha eficácia e seja respeitada”. Dirceu criticou a posição do líder do PT na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (SP), que defendeu a devolução do mandato ao partido, mas disse que não tomaria providências porque esses parlamentares serão julgados pelo povo na eleição.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email