Dilma diz que chegou a hora de ir às ruas

Na largada oficial da campanha, a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, afirmou que espera uma disputa de “alto nível, em que predomine o debate de ideias”.
A petista escreveu em seu Twitter que, com uma discussão em torno de conteúdos, os eleitores terão oportunidade de escolher democraticamente seus candidatos. “Chegou a hora de ir às ruas. Queremos uma campanha de alto nível, em que predomine o debate de ideias para que o eleitor escolha democraticamente”, disse.
Dilma convoca a militância a se engajar na campanha, prestigiando os eventos de rua. Essa é a aposta do partido para a candidatura ganhar fôlego enquanto o horário eleitoral na TV e no rádio não começa -o início está marcado para o dia 17 de agosto. “Hoje começa uma fase nova, com o início da campanha oficial. Vamos fazer uma caminhada no centro de Porto Alegre, e amanhã em São Paulo.”
Tecnicamente empatados na preferência do eleitorado nas últimas pesquisas de intenção de voto, Dilma e José Serra (PSDB) escolheram a região Sul do país para iniciar a campanha pela Presidência da República.
Enquanto Serra busca consolidar sua vantagem no Sul, Dilma optou pela região onde tem seu pior desempenho para tentar reduzir a dianteira do adversário.
A última pesquisa Datafolha, divulgada sexta-feira, apontou 50% de intenções de voto para o tucano na região, ante 31% de Dilma.

Candidatos realizam caminhada

O tucano agendou para uma caminhada em Curitiba ao lado do candidato ao governo pelo PSDB, Beto Richa, e dos candidatos ao Senado na chapa que conta com o apoio de 14 partidos -Gustavo Fruet (PSDB) e Ricardo Barros (PP).
Serra, contudo, deve enfrentar constrangimentos por causa da substituição do senador paranaense Alvaro Dias (PSDB) pelo deputado Indio da Costa (DEM-RJ) na vaga de vice em sua chapa -decidida na última quarta-feira após pressão do DEM.
O irmão do “ex-vice””, senador Osmar Dias (PDT), garantirá o palanque para Dilma no Estado, como candidato ao governo -fator que interferiu na mudança de candidato a vice.
A justificativa da coordenação da petista para iniciar a campanha por Porto Alegre é o fato de a cidade ser um dos principais redutos políticos dela. Dilma, que foi secretária de Minas e Energia no Rio Grande do Sul nas gestões de Alceu Collares e Olívio Dutra, fará uma caminhada pelo centro da capital gaúcha. A ideia da equipe do PT é que Dilma mostre intimidade com os eleitores do Estado.
No Rio Grande do Sul, Dilma conta com apoio do ex-ministro Tarso Genro (PT), que disputa o governo. A petista vai receber hoje a Medalha do Mérito Farroupilha, que é a distinção máxima da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.
Na capital paulista, Dilma deve desfilar ao lado do senador Aloizio Mercadante, candidato ao governo, e da ex-prefeita Marta Suplicy (PT), que concorre ao Senado. O PT espera reunir a militância de todo o Estado.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email