Dilma diz que 2014 será melhor

Após trocar provocações com o PSDB sobre o Mais Médicos, a presidente Dilma Rousseff aproveitou sua coluna semanal de rádio, hoje, para reforçar a defesa do programa que é considerado sua principal vitrine para as eleições do ano que vem. Dilma ainda afirmou que 2014 “será ainda melhor para todos”.
Segundo a presidente, o programa, que pretende aumentar a presença desses profissionais em postos de saúde do interior do país e periferias de capitais, já atende a 2.177 municípios, com uma rede de cobertura de 23 milhões de pessoas.
Dilma disse que Mais Médicos já levou 6.658 médicos para periferias e regiões carentes do país e a meta do governo é registrar 13 mil médicos até março e abril do ano que vem, alcançando 45,5 milhões de pessoas.
“O Mais Médicos é uma resposta do governo federal às necessidades da população, que sempre reivindicou a melhoria da saúde em nosso país. O governo federal está ouvindo esses pleitos e se esforçando para melhorar o atendimento de saúde do Brasil”, afirmou. “Eu sempre digo que com a saúde da população a gente não negocia”, completou.
Na fala, a presidente cita casos de municípios de São Paulo e Minas Gerais. “Muitas vezes, as regiões mais desassistidas estão nos Estados mais ricos do país. Veja só o exemplo de Mauá, que fica na região metropolitana de São Paulo. O posto de saúde do bairro Jardim Zaíra 3 estava sem médico desde abril deste ano. […] A esperança de uma solução definitiva para o bairro só veio agora com o Mais Médicos”.
E completa: “histórias como essa estão se repetindo por todo o país. Veja também o caso de Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, na nossa Minas Gerais. Lá em Ribeirão das Neves, o atendimento de saúde era muito precário. Vinte equipes de saúde estavam sem médicos há muito tempo, algumas há mais de três anos”.
Na semana passada, Dilma e um dos presidenciáveis da oposição em 2014 Aécio Neves (PSDB-MG) se estranharam por conta do programa. A presidente, em entrevista a uma rádio de Pernambuco, afirmou ser “óbvio” o apoio do PSDB à iniciativa porque “o programa está dando certo”. “Durante um tempo, o Bolsa-Família foi chamado de ‘bolsa-esmola’. Hoje não chamam assim porque sabem do reconhecimento internacional que esse programa tem”, disparou.
Aécio argumentou que o PSDB apoiou a votação do Mais Médicos no Congresso, mas defende que seja aprimorado. O senador defendeu mais uma vez a transferência integral da bolsa mensal de R$ 10 mil aos médicos cubanos, ao contrário do “financiamento de um regime autoritário com recursos do tesouro, a pretexto de garantir recursos para um programa social”.
A presidente aproveitou a coluna de hoje para lançar mais uma vacina contra as críticas dos médicos ao programa. “Nós criamos o Mais Médicos para colocar médicos já, agora, nesse exato momento atendendo nos postos de saúde, sejam eles brasileiros ou formados no exterior. O importante é ter bons médicos para fazer o atendimento”.
Ela terminou dizendo que acredita em um ano melhor. “Eu quero desejar, do fundo do coração, um Feliz Natal para todas as famílias brasileiras. Tenho certeza de que 2014 será um ano ainda melhor para todos nós, porque estamos trabalhando junto com vocês, dia e noite, para uma vida melhor no nosso país”, disse.

Feliz Natal

A presidenta Dilma Rousseff desejou aos servidores federais um ótimo Natal e um Ano-Novo pleno de realizações. Por meio de sua conta no Twitter, ela disse que as vozes que foram às ruas em meados deste ano querem melhores serviços públicos e que a dedicação dos servidores ampara seu otimismo com o presente e o futuro do Brasil. “É com carinho e reconhecimento que me dirijo aos servidores federais depois de um ano de trabalho árduo”, disse.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email