Dilma critica censura ao caso do Tocantins

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, disse ontem que não haveria problemas em noticiar o envolvimento do governador do Tocantins, Carlos Gaguim (PMDB), num suposto esquema de fraudes em licitações

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, disse ontem que não haveria problemas em noticiar o envolvimento do governador do Tocantins, Carlos Gaguim (PMDB), num suposto esquema de fraudes em licitações.
Aliado do PT no Estado, Gaguim tem o apoio do presidente Lula, que gravou mensagem de apoio a ele. A petista disse, no entanto, que prefere não discutir a decisão de um desembargador do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Tocantins, que proibiu veículos de comunicação de publicar informações que relacionem Gaguim ao esquema.
“A decisão da Justiça, eu prefiro não discutir. Acho que não teria nenhum problema se noticiasse os eventos. A gente tem de conviver com isso. Não vejo nenhum motivo para não anunciar ou não noticiar. Agora, a Justiça decidiu, está decidido”, afirmou Dilma, que apareceu em Ouro Preto com uma bengala – ela está com o pé direito contundido.
A candidata disse ainda que o governo Lula está “muito tranquilo” em relação às denúncias em Tocantins. “Foi o governo Lula, através da Polícia Federal, que apurou todas as irregularidades”. Dilma gravou ontem, em Ouro Preto (95 km de Belo Horizonte), seu último programa eleitoral de TV.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email