Dias sacros impulsionam mercado religioso

Com a proximidade do Dia de Todos os Santos e Dia de Finados, o mercado religioso em Manaus está com as vendas de imagens sacras e velas impulsionadas. A expectativa para alguns lojistas do segmento é superar as vendas no período deste ano em até 40% em relação ao ano passado. Entre os objetos bastante comercializados nesta época estão o terço e o crucifixo – o público costuma comprar as imagens e demais objetos para ornamentar o túmulo das pessoas queridas.
De acordo com o gerente geral da loja Rei do Atacado, Michel Ruiz, os produtos com maior demanda para o Dia de Finados são velas. No que diz respeito às imagens, algumas têm mais saída que outras. “Pessoas de todas as religiões nos procuram, então são várias as imagens que podem ou não sair. Depende muito daquilo que os fregueses estão procurando”, comentou.
Ainda segundo Ruiz, o segmento também enfrenta algumas dificuldades. Os problemas estão no preço de alguns produtos como, por exemplo, as próprias velas. “Às vezes o que dificulta é o transporte ou então a variação de juros nos preços”, salientou. Entretanto, o gerente disse acreditar que as vendas possam ser 40% maiores em relação ao ano passado, pois grande parte dos consumidores já anteciparam suas compras, fazendo aquisição das velas e das imagens sacras.
Assim como no primeiro caso, na loja Tudo pra Você Presentes, que também comercializa artigos religiosos, a expectativa de crescimento com as vendas é de 40%. Além das imagens, os produtos mais comercializados são terços, crucifixos, santinhos e livros religiosos. Conforme a proprietária da loja, Edivânia Pimentel, os santinhos com mensagens de conforto também obtêm uma boa demanda nesse período. “Geralmente, nas missas de finados, os fiéis costumam distribuir os santinhos com mensagens de auxílio como um aconchego maior para quem perdeu um ente querido”, destacou.

Outras celebrações

Além do Dias de Todos os Santos e Dia de Finados, outro fator que costuma aumentar as vendas no mercado religioso nesta época do ano são as celebrações de primeira eucaristia, matrimônios e batizados.
Sem revelar valores de expectativas de crescimento no comércio, a operadora da Livrarias Paulinas, Gláucia Ferreira, apenas afirmou que as vendas do período estão bem melhores que no ano passado por conta dos demais festejos católicos.
Os produtos mais vendidos no estabelecimento durante o ano todo são as tradicionais velas – que servem para várias celebrações -, terços de bolso e de parede, crucifixos, imagens, livros e também certificados. O preço varia de acordo com o material – simples ou em resina. Os valores estão na faixa de R$ 40 a R$ 50. “As imagens mais procuradas são as de Nossa Senhora, tanto para presentes quanto para as igrejas. Os certificados também registram uma boa demanda por conta de primeira eucaristia e crisma”, declarou.
Na avaliação de Gláucia, não há grandes dificuldades para o mercado religioso, pois as vendas são boas durante o ano todo e são impulsionadas tanto por pessoas físicas quanto por paróquias.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email