15 de abril de 2021

Dia das Mães é segunda data mais lucrativa

Assim como no varejo tradicional, o Dia das Mães é a segunda data mais lucrativa para o comércio eletrônico, atrás apenas do Natal

Assim como no varejo tradicional, o Dia das Mães é a segunda data mais lucrativa para o comércio eletrônico, atrás apenas do Natal. E, em 2010, o setor deve inaugurar as datas sazonais com um faturamento muito expressivo, em torno de R$ 620 milhões, o que representaria um acréscimo nominal de 40%, diante dos R$ 440 milhões registrados em 2008, segundo estimativa da e-bit, empresa especializada em informações de comércio eletrônico. As promoções no meio virtual serão intensificadas neste ano.
“O varejo como um todo está muito aquecido. E com o crescimento do acesso à internet entre a classe C, teremos novos consumidores no meio virtual”, prevê Alexandre Umberti, diretor de marketing da e-bit. O período contabilizado pela e-bit para as vendas do Dia das Mães vai do dia 25 de abril até 9 de maio. “Temos um histórico de relativa importância no Dia das Mães, principalmente se compararmos com o Dia dos Pais ou o Dia das Crianças”, declara.
Com a entrada de novos players, o volume de vendas deve ser ainda maior devido às promoções que serão feitas pelas lojas, motivando os filhos a escolherem o presente que desejam dar às suas mães através da internet. “No ano passado, 17 milhões de brasileiros fizeram compras na internet. Hoje, o comércio virtual já representa 2% do consumo das famílias. Nos Estados Unidos, esse percentual chega a 8%. As empresas estão percebendo esse potencial de crescimento e disputando o consumidor na internet. Por isso, novos portais de compra estão surgindo na rede”, comenta ele. A facilidade para se pesquisar preços na internet também estimula a concorrência agressiva entre os canais de compra. Ou seja, ganha quem oferecer o produto pelo menor valor.

Preferências nos presentes

Segundo Umberti, o consumidor que deseja presentear sua mãe com produtos de maior valor agregado deve aproveitar as oportunidades que o e-commerce oferece. “No comércio eletrônico, o consumidor tem a vantagem de poder parcelar suas compras em até 12 vezes sem juros ou até acima deste prazo, o que acaba abrindo espaço para a compra de presentes mais caros, como eletrodomésticos e eletrônicos. Acreditamos que esses devem ser a grande aposta para o Dia das Mães”, afirma ele.
Em 2009, os segmentos mais comercializados foram livros (20%), cosméticos e perfumaria (16%), eletrodomésticos (10%), produtos de informática (9%), eletrônicos (5%) e telefonia celular (5%). “Não costuma haver uma concentração em determinado item”, comenta o diretor da e-bit. Para os que ainda têm receio de comprar através de lojas virtuais, Umberti diz que não há o que temer quando se toma alguns cuidados básicos. “Não compre utilizando computadores públicos. Procure sites a partir de referências de amigos, familiares ou até de internautas que comentam sobre a escolha do produto e da loja”, indica ele.

Correios deve movimentar 1,1 milhão de encomendas

Os Correios esperam entregar 1,1 milhão de produtos vendidos pela internet em maio, devido ao Dia das Mães. Esse volume é 32% maior do que o registrado no mesmo período de 2009, quando 835 mil encomendas do tipo trafegaram pela ECT.
Os bons resultados do comércio eletrônico refletem-se no aumento da sua participação no tráfego total dos Correios ao longo dos anos. Em 2006, o e-commerce era responsável por apenas 3,9% do total de encomendas movimentadas pela empresa. Em 2009, essa fatia saltou para 10%.
Além de entregarem encomendas de e-commerce, os Correios também atuam na venda de produtos pela internet. O CorreiosNet Shopping é um site de hospedagem de lojas virtuais, que oferece pesquisa de produtos e rastreamento de pedidos, com a garantia de entrega dos Correios. Já a loja virtual Correios Online, que oferece artigos da ECT, é uma das pioneiras na área de comércio eletrônico no Brasil — completando 12 anos de atividade em 2010. Os dois serviços podem ser acessados pelo portal dos Correios (www.correios.com.br).
Outra forma de atuação dos Correios na área de e-commerce é a Logística Integrada (CorreiosLog), serviço com o qual a empresa atua na armazenagem, separação e empacotamento do pedido, além do seu despacho.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email