Detran-AM inova e começa a credenciar novos bancos para pagamento de taxas

Pela primeira vez na história do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), os usuários poderão pagar as taxas do órgão em mais de um banco. A novidade entra em vigor em, no máximo, 40 dias. Atualmente, os boletos só podem ser pagos no Banco Bradesco.

A ampliação das opções bancárias para o pagamento das taxas do Detran-AM faz parte do processo de modernização do órgão, iniciado pelo atual diretor-presidente Rodrigo de Sá Barbosa. “O pagamento somente em uma instituição bancária sempre foi algo que nossos usuários reclamaram. Agora, com o chamamento público de outros bancos, eles terão mais opções para efetuar o pagamento”, explicou.

O chamamento público e o edital com as regras para o credenciamento dos novos bancos já estão disponíveis no site do Detran-AM, nas abas “Portaria Normativa” e “Editais”, dentro do menu “Publicações”.

O Detran-AM pretende credenciar o maior número possível de instituições bancárias para, dessa maneira, dar mais comodidade aos seus usuários.

Código único 

Atualmente, o serviço mais procurado no Detran é o licenciamento anual. Para este serviço, a instituição bancária, que hoje em dia está credenciada, emite, pelo menos, três boletos diferentes com códigos de barra distintos. Isso, além de complicar a vida do usuário, tem um custo para o órgão, que paga por cada código emitido.

Com o chamamento público de novos bancos, o Detran-AM passa a adotar um código de barras único para suas taxas. No caso do licenciamento do veículo, onde são expedidos um boleto para as taxas de serviço, outro para o seguro obrigatório e, eventualmente, um para as multas, o usuário deixará de fazer três pagamentos, pois será emitido um único boleto com os valores.

O Detran-AM, atualmente, emite 150 mil boletos por mês. A maioria dos serviços é de licenciamento veicular.

“Faixa Azul” na Constantino volta a funcionar e quem não obedecer pode receber multa gravíssima

Desde segunda-feira, voltou a vigorar a exclusividade de tráfego para transporte coletivo e veículos autorizados na faixa exclusiva, à esquerda, da avenida Constantino Nery, conhecida “faixa azul”, que prioriza as viagens dos coletivos e garante mais agilidade e conforto para milhares de usuários do sistema. A Prefeitura de Manaus colocará agentes de trânsito do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) no local para fiscalizar os motoristas.

 “A faixa exclusiva estava liberada para todos os veículos durante a construção do complexo viário Ministro Roberto Campos. Com a entrega da obra feita pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, os veículos não autorizados agora terão que ficar nas faixas da direita, ficando à esquerda exclusiva para ônibus e veículos autorizados. Durante a semana passada, fizemos intenso trabalho de conscientização e orientação aos motoristas para o retorno da faixa”, reforçou o diretor de Operações de Fiscalização do IMMU, Stanley Ventilari.

O sistema de circulação exclusivo na faixa à esquerda da Constantino Nery podem ser utilizadas pelos seguintes veículos, devidamente identificados: transporte coletivo urbano, transporte público individual (táxi), transporte especial (fretamento), transporte escolar, transporte de tropa e equipamentos bélicos das forças armadas, veículos de remoção de veículos  (guincho) em efetivo serviço de remoção. As regras estão publicadas na Portaria 033, de 15 de fevereiro de 2016, da Prefeitura de Manaus.

A portaria determina ainda que a faixa é exclusiva para os veículos autorizados no período de segunda a sexta-feira, das 4h às 22h. No sábado, a exclusividade vigora das 4h ao meio-dia. Aos domingos e feriados, a circulação na faixa azul é livre para todos os veículos.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, circular com veículo não autorizado em Faixa Exclusiva de transporte coletivo é infração gravíssima, com sete pontos na Carteira de Habilitação e multa no valor de R$ 293,47.

A restrição na faixa ocorre, por enquanto, para a avenida Constantino Nery. A faixa da avenida Torquato Tapajós permanece liberada em virtude da obra do complexo viário no acesso do conjunto Manoa, zona Norte, que está sendo executada pela Prefeitura de Manaus.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email