Descentralização de negócios

O Dia do Comerciante é comemorado anualmente no Brasil no dia 16 de julho. E neste domingo, a data será destinada a homenagear todos os profissionais que trabalham na área do comércio, ou seja, na venda de produtos e serviços.

Em Manaus, de uns anos pra cá, com o inchaço dos grandes e pequenos comércios no centro da cidade e áreas nobres, outros comerciantes viram na descentralização de seus negócios para as zonas periféricas da capital uma oportunidade de se instalar e ganhar dinheiro com seus produtos e serviços.

Na zona Norte, por exemplo, o músico Aleissandro da Silva Lopes, resolveu instalar no bairro Parque das Nações, algo inusitado, uma loja de construção e manutenção de instrumentos musicais, a Lutheria korbhan.

Há 40 dias em funcionamento, a loja constrói e alinha instrumentos como contra baixo, guitarras e violões, que variam de preços entre R$ 2.800 até R$ 7.000. “Porém, só fabricamos um ou dois instrumentos por mês. E o que mais pegamos em grande quantidade, são consertos desses instrumentos. Mesmo assim, ainda ganho mais trabalhando diretamente com o instrumento do que quando tocava na noite”, lembra o músico, que começou sua carreira há 23 anos, quando tocava nas noites cariocas e, após um sonho, em que alinhava e construía instrumentos musicais, viu no negócio uma forma de ganhar dinheiro e de se manter ligado a música.

Silva lembra ainda, que antes de montar o seu negócio no bairro, já tinha uma cartela de clientes que encomendavam a fabricação de seus instrumentos quando ele iniciou a construir ainda na sua casa. “Escolhi este bairro porque fica perto de muitos outros bairros da zona Norte da cidade. E aqui, tem muitas igrejas e músicos que nos procuram para a manutenção de seus instrumentos. E com a ajuda de Deus, estamos sendo muito procurado e o negócio está dando certo”, salienta ele.
Os instrumentos construídos na Lutheria korbhan são feitos das madeiras Jacarandá da Bahia, mogno e cedro.

No mesmo ponto comercial, Silva também montou uma escola de música para os jovens interessados em aprender a tocar e a ler partituras. No valor de R$ 100 e três vezes por semana, a Korbhan Music ensina violão clássico, canto livre, contra baixo, guitarra, bateria, teclado e piano.

Serviço
Para mais informações sobre a loja Lutheria korbhan e escola de música entre em contato pelo número 99403 9360.

Zona Leste
Outro ponto da cidade onde há um grande número de comerciantes que apostaram no lugar para instatalar o seu negócio e ganhar dinheiro, é a zona Leste de Manaus.

Nela, além de restaurantes, bares, shoppings e empresas prestadoras de serviços, os comércios, que antes só eram encontrados no centro ou em bairros nobres da cidade, estão apostando no poder de compra das pessoas pertecentes a esta aréa da cidade para ganhar dinheiro e se fixarem, como exemplo, a Racco Cosméticos.

De acordo com o proprietário da loja, Amaury Tacafais, a Racco está presente na zona Leste há 10 anos e atende homens e mulheres de 0 a 100 anos de idade oferecendo os mais variados produtos nas linhas de tratamento facial e corporal.

Para ele, a descentralização do comércio para as zonas periféricas da cidade é muito bom. “Entendo que as classes baixas também consomem. Eles gostam muito do que é bom. E por isso, a Racco não faz acepção de classes, ela quer alcançar a todas. Na nossa loja, temos desde as mais humildes consultoras até o diretor milionário, que começou do nada”, salienta ele.

Silva ressalta ainda que mora entre as zonas Leste e Norte da cidade, e que sua esposa, Carla Tacafais, sempre acreditou na zona Leste para montar um negócio, por isso decidiram abrir a Racco lá. ” Minha esposa costuma dizer que a ZL é outra cidade dentro de Manaus. Temos tudo aqui: shopping, bancos, lojas, escolas, centro cultural, e sobretudo, um povo que consome e compra muito. Porém, nosso retorno financeiro já foi melhor, mas devido a crise -e como gente desempregada não compra, tivemos uma queda pequena, mas já estamos nos recuperando, pois acreditamos na marca”, finaliza ele.

Há 30 anos no mercado de cosméticos e com sede em Curitiba, em Manaus, a loja conta com uma equipe de 70 pessoas (atuantes) entre dirigentes e consultores, e está localizada em frente ao Terminal 4, na entrada do Vila Nova, zona Leste.

Serviço
Para mais informações sobre os produtos Racco entre em contato pelos números: 99310-8061 e 98441-4004.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email