DESCASO – Lixão de Manaquiri potencializa dano ambiental

Em visita ao município de Manaquiri (distante a 65 quilômetros de Manaus), o deputado estadual Sidney Leite (DEM) constatou a necessidade de uma intervenção imediata no lixão que funciona a céu aberto na entrada daquele município.
Acompanhado do prefeito da cidade, Guina Pureza (PRTB), Leite foi até o local onde funciona a lixeira e verificou que próximo à área corre um igarapé, o que pode potencializar um dano ambiental.
Localizado no quilômetro sete da AM-354, o lixão a céu aberto funciona sem nenhum tipo de estrutura para receber o lixo produzido no município de Manaquiri. Em apenas três dias o serviço municipal de limpeza da Prefeitura despejou no local cem toneladas de lixo sem tratamento. Manaquiri não é a única a possuir um lixão a céu aberto tão próximo de áreas que deveriam manter a preservação ambiental. Esta realidade dos municípios amazonenses é revelada nos diagnósticos apresentados pelos Planos Municipais de Saneamento e Gestão de Resíduos Sólidos dos Municípios do Amazonas, indicando que em 84% dos municípios do Estado existe sistema de coleta e destinação do lixo doméstico, mas que é depositado 100% em lixões a céu aberto, se tornando um risco à saúde pela contaminação do lençol freático e a aviação.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email