15 de abril de 2021

Deputados recebem denúncias de irregularidades em BVR

Mais suspeitas de corrupção, falhas na prestação de serviços públicos e malversação dos recursos surgem, desta vez envolvendo o pequeno município de Boa Vista do Ramos.

Mais suspeitas de corrupção, falhas na prestação de serviços públicos e malversação dos recursos surgem, desta vez envolvendo o pequeno município de Boa Vista do Ramos. Após receber denúncias entregues pelo Movimento Popular pela Cidadania, que alega irregularidades administrativas no município de Boa Vista do Ramos, o deputado estadual Tony Medeiros (PSL) encaminhou relatório aos Ministérios Públicos Estadual (MPE) e Federal (MPF), solicitando abertura de investigação sobre o caso.
O documento contendo denúncias sobre irregularidades em Boa Vista do Ramos também foi encaminhado às Secretarias Estaduais de Segurança e Saúde e ao governador do Estado Omar Aziz. Além da confecção do relatório, denúncias foram feitas pelo vereador Amadeu Júnior (PT), de BVR, que pediu que fossem feitas investigações quanto às inúmeras irregularidades que ocorrem no município, começando pela ausência de médicos. “No início do mês, morreram mãe e filho por falta de assistência medica. Há muito tempo que não há Médico da Família, nem cirurgião nos postos de saúde”, revelou.
Na área da educação, segundo o vereador, o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), por meio de seu Conselho, já fez inúmeras denúncias e, até o momento, não foram dadas respostas. “Já foram encaminhadas denúncias à Promotoria Pública, no entanto não houve retorno. Os dias letivos na educação da zona rural do município são seriamente comprometidos, uma vez que falta merenda e há constante atraso no pagamento dos transportes. Vivemos à mercê de um governo corrupto onde o povo não tem direito de expressar sua indignação”.
O vereador Amadeu Júnior listou ainda uma série de práticas da prefeitura que seriam irregulares. “Os funcionários contratados são admitidos sem nenhum contrato formal; os professores contratados não recebem o mesmo valor que os efetivos e nem tem dia certo para receber. Desta forma, por não terem como sustentar suas famílias, partem para outro emprego, deixando à mercê a área da educação e os alunos ficam em casa por falta de professores nas escolas”. Para o parlamentar, não é de agora que o município vem passando por situação difícil. Ele lembra que, mesmo antes das eleições, a situação administrativa de BVR já era complicada. “Hoje Boa vista do Ramos é um estopim aceso, que a qualquer momento pode explodir. Tenho conversado com o juiz do município, Renier Silva, sobre a atual situação e, preocupado justamente com o que está acontecendo, eu e mais alguns deputados iremos até o município para falarmos diretamente com a população e sabermos o que realmente está ocorrendo, até para evitar que o pior aconteça”, afirmou o deputado estadual Tony Medeiros.
Medeiros ressaltou que o poder público tem que olhar com muita seriedade a situação do povo de Boa Vista do Ramos, pois está ficando cada vez mais complicado. “Ninguém vive sem saúde, sem educação. Isso tudo é uma grande falta de respeito com a população que se sente como se vivesse em uma terra esquecida pela Justiça e retrocede a uma era ditatorial, onde quem manda são os coronéis, isso é um absurdo. Eu, como parlamentar, lutarei pelo povo de Boa Vista do Ramos”, disse.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email