Deputados parabenizam Sinésio pela eleição à presidência do PT

Sinésio garantiu que, passada a eleição, desceu do palanque e agora o momento é de união, inclusive com a participação de Mariene na executiva estadual do partido

O deputado Sinésio Campos (PT), eleito presidente regional do partido no último domingo, recebeu dos colegas, além dos parabéns, muitos elogios pela forma comoatuou na disputa pela vaga com outra militante, a professora Mariene Pantoja.

Sinésio garantiu que, passada a eleição, desceu do palanque e agora o momento é de união, inclusive com a participação de Mariene na executiva estadual do partido.

Como é norma no partido, todas as chapas participarão da executiva regional.

Lembrou que recebeu 2.882 votos, enquanto a concorrente “uma militante de luta, de fibra”, teve 2.582 votos. Ele participou de uma reunião em Brasília onde foram homologados os nomes dos novos dirigentes do PT em todo o Brasil na eleição de domingo, quando o deputado federal Ricardo Berzoini (PT-SP) ganhou para presidente nacional da sigla.

A única situação pendente é na Bahia e no Distrito Federal, disse Sinésio, para quem “não se sustenta” o questionamento que membros do PT local estão fazendo sobre a eleição em alguns municípios, conforme publicado na imprensa. “Isso não se sustenta. A decisão do processo eleitoral direto, em todo o Brasil, está na resolução de quinta-feira”, afirmou Sinésio, acrescentando estar muito agradecido pelo “espírito de luta do PT na escolha dos seus dirigentes nacionais, estaduais e municipais”. Sinésio ocupou a tribuna para falar da sua vitória, quando também lembrou que é do PT há 16 anos, seu único partido, e teve o discurso aparteador por vários colegas.

Conceição Sampaio (PP) lembrou que Sinésio é professor e, no PT, sua história de vida “vem marcada também pelo magistério”. Desejou ao colega “um grande trabalho nesse grande partido”. Adjuto Afonso (PP) elogiou o trabalho de Sinésio no interior do Estado, onde antes “era muito abandonado” pelo PT e hoje a situação é bem diferente. “Sua liderança é inconteste, a prova disso é que seu candidato em nível nacional teve mais votos do que a outra chapa. É a prova da sua liderança. O PT do Amazonas com certeza não existiria se Vossa Excelência não estivesse no partido”. Em outro momento do aparte, Adjuto sugeriu se o colega tem pretensão a cargos maiores.

“Eu imagino que Vossa Excelência não quer ficar só como deputado estadual: quer dar vôo mais alto e esse vôo iniciou com a sua vitória para a presidência regional do seu partido”.

Ricardo Nicolau (PR) aproveitou para elogiar o PT na escolha dos seus dirigentes, através de eleição direta, ao contrário do que faz a maioria. “Poucos partidos exercem essa atividade com tanta democracia e tanta discussão como o PT. Na verdade, a maioria dos partidos escolhe seus presidentes, a sua direção, em sala fechada. O PT, não. O PT vai para as ruas, chama a militância, vai aos municípios e aí a vontade dos filiados é transmitida nos votos”, afirmou Nicolau, já solidário ao colega no caso de questionamento da sua vitória. “Eleição só se ganha com votos, com a vontade de um colegiado em eleger um candidato. E Vossa Excelência foi eleito de forma democrática”, declarou, fazendo um alerta: “Não vai ser tarefa fácil. O PT tem várias linhas, várias cabeças, as mais antagônicas”.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email