Deputado quer fiscalização cerrada nas operadoras móveis

A situação levou Azêdo a solicitar, na última quarta-feira, durante sessão no plenário Ruy Araújo, que seja encaminhado ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e ao titular da Anatel solicitação de maior fiscalização às operadoras

Os serviços disponibilizados pelas operadoras de telefonia móvel ao Estado Amazonas continuam em evidência, não pela qualidade, mas pela ausência dela e pela falta de comprometimento com a população amazonense, que na observação do deputado estadual, Nelson Azêdo (PMDB), vem se agravando nos últimos meses.
A situação levou Azêdo a solicitar, na última quarta-feira, durante sessão no plenário Ruy Araújo, que seja encaminhado ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e ao titular da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) solicitação de maior fiscalização às operadoras de telefonia móvel no Estado.
O deputado ressaltou, durante seu pronunciamento, as dificuldades enfrentadas pelos usuários de telefones celulares no Amazonas. Na ocasião, o parlamentar citou a operadora TIM como uma péssima fornecedora de serviços para a população amazonense. “Reclamo como parlamentar, mas principalmente como usuário de serviços disponibilizados por essa operadora que deixa os seus usuários prejudicados principalmente nos fins de semana quando os telefones móveis deixam de funcionar”, disse.
Além dos serviços de telefonia móvel precários, o deputado questionou ainda a funcionalidade dos serviços de internet móvel disponibilizados também pelas operadoras. “Temos em nosso Estado um dos maiores parques industriais da América Latina, o PIM (Polo Industrial de Manaus), e necessitamos de soberania dos sistemas de comunicação e tecnologia de informação. Essas interrupções no serviço causam enormes prejuízos não somente às indústrias do PIM, mas a todas as atividades comerciais do Amazonas”, observou Azêdo.

Para Azêdo, empresas parecem estar despreparadas para atender

Na opinião de Nelson Azêdo as operadoras em atividade no Amazonas parecem não estar preparadas para atender o cidadão do Amazonas, e esse é um assunto que deve ser levado ao conhecimento das autoridades competentes para que os problemas sejam solucionados. “Gostaríamos de cobrar uma atitude mais forte e enérgica por parte da Anatel para a correção destas impropriedades que constituem verdadeiras infrações ao Código de Defesa do Consumidor”, destacou.
O deputado estadual, Marcos Rotta (PMDB), também se pronunciou em relação ao assunto abordado por Nelson Azêdo e observou que as operadoras de telefonia móvel estão longe de satisfazer os seus clientes no Amazonas. “Uma fiscalização urgente deve ser realizada para que os usuários de telefones celulares tenham um serviço de qualidade”, disse.
Com relação à internet móvel, Rotta classificou os serviço de dados do Amazonas como um dos piores do país, e disse que também já enviou, no final do ano passado, um requerimento à Anatel informando as condições da situação, mas até hoje não obteve resposta.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email