Denise Abreu renuncia ao cargo de diretora

A diretora da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), Denise Abreu, entregou na sexta-feira carta de renúncia ao ministro Nelson Jobim (Defesa), conforme antecipou Renata Lo Prete, editora do Painel da Folha. Em nota lida por um assessor da agência, Denise Abreu alegou motivos pessoais para deixar o cargo.
Na carta, a diretora solicita a renúncia “em caráter irretratável, por motivos pessoais”. Abreu pediu que a sua carta de renúncia fosse encaminhada ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a quem vai prestar esclarecimentos sobre as razões que a levaram a tomar essa decisão, apenas na segunda-feira.
Desgastada por quase um ano de crise aérea, pela tragédia do vôo 3054 e, desde o início desta semana, pela acusação de que teria apresentado um documento sem validade à juíza Cecília Marcondes, do TRF (Tribunal Regional Federal) da 3ª Região, Abreu não resistiu. A norma inexistente de segurança tinha como objetivo derrubar a restrição de uso da pista do aeroporto de Congonhas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email