27 de junho de 2022

Demissões mantêm ritmo elevado

https://www.jcam.com.br/ppart08072013.jpg
Polo Industrial de Manaus tem 12.155 demissões no primeiro semestre do ano, segundo dados do Sindmetal

Apesar de uma breve reação o Polo Industrial de Manaus mantém um número elevado de demissões em 2013. Os dados divulgados pelo Sindmetal-AM (Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas), dão conta que 12.155 funcionários foram demitidos no primeiro semestre, encabeçados principalmente pela empresa HBuster, responsável por quase 10% das demissões, com 1172 funcionários.
Se comparado com os seis primeiros meses de 2012, o número de funcionários que foram demitidos sofre redução de 5%. No ano passado, em que o polo sofreu com a crise, foram 12.787 demitidos de janeiro a junho. No entanto, se olharmos um pouco mais atrás, notamos que as demissões são praticamente o dobro das ocorridas em 2011, onde 6.630 trabalhadores perderam seus empregos no primeiro semestre.
A HBuster, principal responsável pelo alto número de demissões em 2013, teve os bens bloqueados em abril e com isso não conseguiu honrar o salários de funcionários, levando-os a paralisarem a fábrica. Em seguida a empresa, através do Sindmetal, recomendou aos seus funcionários que optassem pelo PDV (Processo de Demissão Voluntaria), atitude tomada pela maioria dos funcionários. As outras empresas que mais demitiram no PIM em 2013 foram a Samsung com 648 demissões, e a Moto Honda com 582 desfiliações.
Segundo o Sindmetal-AM, o polo está em fase de recuperação da crise sofrida em 2012, por isso a redução representada em relação ao ano passado, embora ainda apresente um número elevado de demissões se comparado com os anos anteriores a 2012. Além disso o sindicato ressalta que a situação da HBuster foi atípica e impulsionou os números para cima, fazendo com que o recuo no número de demissões não fosse maior.
Apesar do otimismo, julho começou com mais demissões. No dia 3 deste mês, 400 funcionários foram desligados da empresa Jabil, fabricante de componentes utilizados na fabricação de conversor digital para televisores do Polo Industrial de Manaus. As dispensas ocorreram em virtude do contra encerramento do contrato da empresa com a Pace Brasil, uma das suas principais clientes, que optou por não renovar o contrato.

Sindmetal irá aderir greve geral

A greve geral organizada pela CUT (Central Única dos Trabalhadores) para o dia 11 de julho pode paralisar mais de 100 mil trabalhadores no Polo Industrial. O Assessor do Sindmetal-AM, George Curcio, informou que o sindicato aderiu a greve e irá sugerir a todos os trabalhadores do polo que a acatem. Segundo o Sindmetal são 120 mil trabalhadores apenas nos segmentos metalúrgicos, eletroeletrônico e de duas rodas, que compreende o sindicato. “Vamos tentar conseguir a adesão do maxímo possível de trabalhadores, pois trata-se de um movimento nacional em virtude das melhorias de condições de trabalho e social de todos nós”, contou.
Entre as principais reivindicações está a PL 200/12 que acaba com a cobrança de multa rescisória de 10% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) paga pelo empregador em caso de demissão sem justa causa. Caso a decisão entre em vigor, o trabalhador não terá mais direito à multa rescisória correspondente aos 40% de FGTS, que atualmente as empresas pagam quando demitem os seus funcionários sem justa causa. Na opinião do sindicato a medida “É um retrocesso e deve ser visto com muito cuidado pelas direções sindicais.”
Outras pauta considerada prioritária é a jornada de trabalho de 40 horas semanais sem redução de salário fim e a PL 4330, referente a terceirização da mão de obra do trabalhador. Outros pontos destacados pelo Sindmetal e CUT é o fim do fator previdenciário, disponibilização de creche para os trabalhadores que possuem filhos, reajuste digno para aposentados, mais investimentos em saúde, educação e segurança e a melhora do transporte público.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email