Demanda por imóveis apresenta alta

O mercado imobiliário de Manaus, que passa por uma fase de ascensão, irá ganhar mais dois grandes lançamentos nesse setor, até o final do ano. No próximo mês, o grupo Accor investirá R$ 25 milhões para construir um hotel flat, intitulado de Fórmula 1 com 240 salas comerciais em Manaus, previsto para ser entregue em 2009.
Em dezembro, a construtora Platinum vai investir cerca de R$ 40 milhões na construção de uma torre comercial constituída por 256 salas, com 28 m2 cada uma.
Na obra de construção do hotel, que está prevista para iniciar em setembro, a direção da MCI Imobiliária -empresa responsável pela comercialização dos flats, serão gerados mil empregos entre diretos e indiretos.

Rentabilidade dos investidores pode atingir R$ 1.5 00 mensais

O diretor da MCI Imobiliária, Roberto Fiacadori, informou que cada unidade do hotel, medindo 18 m2, será comercializada pelo preço de R$ 100mil.
A rentabilidade aos investidores será de R$ 1.500 por mês. “Ao investirem em flat as pessoas têm a vantagem de ter o seu apartamento administrado por uma empresa, ao contrário das casas que quando são alugadas podem ser destruídas pelo locatário”, apontou.
O hotel será construído na avenida Djalma Batista em frente ao TV Landia Mall e a data de lançamento do prédio está prevista para ocorrer no próximo mês junto com o início de construção da obra.
A torre comercial, a ser feita pela Platinum, será concluída no ano de 2010, na avenida Efigênio Salles.
Segundo o executivo da MCI, até o primeiro semestre de 2008, Manaus terá o lançamento de mais oito grandes empreendimentosimobiliários. De acordo com Fiacadori, o grande número de imóveis construídos na cidade pode trazer problemas futuros para as empresas e ao consumidor final.
“Estão sendo construídos muitos imóveis em Manaus, mas como são comercializados antes de concluídos, não sabemos se todas essas vendas serão entregues aos compradores, pois quando se compra um imóvel na planta ninguém tem garantia de recebê-lo”, disse o diretor da imobiliária, aconselhando as pessoas interessadas em investir nesse setor a escolher empresas com capacidade de entregar a obra finalizada.
Segundo Roberto Fiacadori, o número de empreendimentos imobiliários dobrou em Manaus neste ano, em comparação ao mesmo intervalo de 2006. “O mercado aqui cresceu bastante, mas não podemos classificar isso como um “boom”, porque ainda não sabemos se todos esses imóveis serão entregues ao consumidor”, informou.
Para o diretor da Nortmoveis, Ricardo Bezencry, o crescimento no setor é resultante do aumento nas linhas de financiamentos imobiliários das instituições financeiras, que hoje permitem o pagamento de prestações em até 240 meses.
“O mercado está numa fase de pleno aquecimento, devido ao aumento no prazo de parcelamento das prestações, o que não existia há cinco anos”, assegurou o construtor.
De acordo com Bezencry, o setor imobiliário apresentou uma elevação de 20% até julho, em relação ao mesmo período do ano passado. “De acordo com nossas pesquisas, o mercado local está bastante aquecido e tudo indica que o próximo ano continuará com o quadro de crescimento”, assinalou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email