Demanda de empresas recua 1,5% em maio

A queda, a segunda mensal consecutiva, foi puxada pelas empresas de pequeno porte.
Em relação a maio de 2009, a procura por recursos avançou 4,6%, o menor crescimento anual dos últimos quatro meses. No acumulado dos primeiros cinco meses de 2010,o indicador da Serasa avançou 10,8% sobre o mesmo período de 2009.
De acordo com a companhia, os indicadores sinalizam “que a procura das empresas por crédito evolui de forma bastante gradual, mantendo-se compatível com o próprio processo de desaceleração da atividade econômica esperado para ocorrer a partir deste segundo trimestre de 2010”.
A demanda das micro e pequenas empresas recuou 1,6% no mês passado, puxando a queda no índice. Na direção oposta, a procura por crédito nas médias e grandes companhias cresceu no mês passado: 0,5% nas médias e 0,4% nas grandes empresas, ambas na comparação com abril.
No acumulado do ano, as grandes empresas lideram a procura por crédito, avançando 14,2% na comparação com os primeiros cinco meses de 2009. As micro e pequenas empresas também exibem crescimento, de 12%.
Somente as médias empresas apresentam uma dinâmica mais contida na busca por crédito, com recuo de 7,9% no ano. De acordo com a Serasa, isso acontece porque muitas delas são empresas exportadoras e ainda encontram o mercado externo se recuperando de forma lenta dos impactos da crise internacional.
As empresas do setor de serviços lideraram a queda da demanda por crédito em maio, com recuo de 2,2% ante abril. Em seguida, vieram as empresas do setor industrial, com queda de 1,5%. Já para as empresas comerciais, o recuo mensal foi menor (1%).
No acumulado dos primeiros cinco meses de 2010, as empresas do setor comercial, com alta de 11,5%, lideram a expansão da procura por crédito. Logo em seguida aparecem as empresas de serviços com variação acumulada de 10,9%.
O setor industrial, por sua vez, registra crescimento mais fraco, de 6,9%, relacionado à sua maior exposição ao cenário externo, afirma a Serasa.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email