17 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Delírio: 1000 dias de entregas ao povo brasileiro

Não há muita coisa para a maioria da população celebrar nos 1000 dias do Governo Deus Acima de Tudo.

No dia 27/09 o Governo Federal celebrou mil dias de “entregas” para o povo. Na Suframa, o ilustríssimo Ministro Marcos Pontes, em evento, afirmou que “Essa é uma das regiões mais especiais do Planeta. Tem que se aproveitar as possibilidades de desenvolvimento econômico, social e sustentável. E tudo isso vai ser desenvolvido através da CTI”. Pelo jeito, o Astronauta, os profissionais comissionados, os empresários, os políticos e as demais autoridades presentes, essa minoria deve ter lá seus motivos para celebrar, mas faltou no evento, um patriota sóbrio com coragem de tirá-los do seu mundo paralelo, apresentando os fatos abaixo:

1) Desenvolvimento Social e Econômico

1.1 desemprego: segundo o IBGE a) em 2019 houve recorde de proporção de pessoas (27,5%) que buscavam por nova oportunidade de trabalho há mais de 2 anos; b) a taxa de desocupação bateu recordes várias vezes em relação ao trimestre móvel, em 2020 e em 2021, atingindo pico entre fevereiro e abril/21 com 14,7% <https://bit.ly/3ioyKtV>; 

1.2 endividamento familiar e índice de miséria: segundo a Agência Brasil, o % de famílias com dívidas em jul/21 chegou ao recorde de 71,4% <https://bit.ly/2Y9ZqYq>. Para a LCA Consultores, o índice de miséria atingiu o pior resultado de 23,4 pontos em maio/21 <https://glo.bo/3l4eCPO>. Para a FGV Social, em jan/21 foi registrada a pior taxa (12,8%) de pobreza extrema desde 2011 <https://bit.ly/3l5ivDY>;

1.3 PIB: segundo o IBGE e a agência de classificação de risco Austin Rating, em 2020 nosso PIB caiu 4,1%, o país ficou no 12o lugar, fora das 10 maiores economias. Em 2021 a previsão é de queda para o 14o lugar <https://glo.bo/3a1bm16>. No 2o trim/21, o PIB do Brasil teve queda de 0,1% ante ao 1o trim/21, o pior resultado em relação aos países da OCDE. Pode-se argumentar que o péssimo desempenho foi devido a pandemia, mas isso é conversa para gado dormir, pois se analisarmos as variáveis taxa de crescimento de PIB no 2o trim/21 <https://bit.ly/3mcKDV6> com taxa de pessoas totalmente vacinadas (TV), observaremos que os 10 países da OCDE que fizeram o dever de casa de adquirir e acelerar a vacinação <https://bit.ly/3iq9vHG> tiveram valor do PIB superior ao do Brasil  (TV=42%; PIB= – 0,1%): 1o) Portugal (TV=85%; PIB=+4,9%); 2o) RU (TV=66%; PIB=+4,8%); 3o) Áustria (TV=60%; PIB=+4,3); 4o) Letônia (TV=46%; PIB=+3,7%); 5o) Israel (TV=64%; PIB=+3,6%); 6o) Holanda  (TV=67%; PIB=+3,1%); 7o) Espanha (TV=78%; PIB=+2,8%); 8o) Dinamarca (TV=75%; PIB=+2,2%); 9o) Polônia  (TV=52%; PIB=+1,9%); 10o) Finlândia  (TV=63%; PIB=+1,8%), mostrando que a vacinação salva vidas e ajuda a recuperar a economia, tese que deveria ter sido publicamente defendida pelo Ministro Astronauta e demais desde março/20.

2) Segurança e Combate aos Privilégios e Corrupção

Resgate o superficial Plano de Governo Bolsonaro/2018 <https://bit.ly/3uGouCn>, estude as promessas das páginas 2, 10, 15, 22 e 35, e compare-as com os fatos (F): 

F1: o toma lá, dá cá continua com líderes do centrão que assaltaram os cofres públicos nas eras FHC/Lula/Dilma/Temer. Eles têm guarita e se tornaram a alma deste governo, destacando os seguintes réus e/ou condenados: Lira (PP), Ciro Nogueira (PP), Valdemar Neto (PL), Roberto Jefferson (PTB), Collor (Pros), Geddel (MDB), Fernando Bezerra (MDB), Marcos Pereira (Republicanos), Ricardo Barros (PP), Onix (DEM), etc; 

F2: há continuação dos privilégios em plena crise fiscal, gerando indignação <https://bit.ly/3AZRx6h> a rápida promoção do filho de Mourão (salário 3x maior) no BB, a nomeação e promoção relâmpagos de esposas e filhos de militares no governo <https://bit.ly/3F9wOzn>, tentativa de nomear filho Eduardo para Embaixada do Brasil nos EUA <https://bit.ly/3l4MwDU>, publicação de Portaria <https://bit.ly/3l4tmOx> que elevou salário bruto <https://bit.ly/2YnMjDb> do mito e sua tropa (Mourão de R$ 39,3 mil para R$ 63,5 mil; Ramos foi para R$ 66,4 mil; Braga Neto foi para R$ 62 mil; Heleno para R$ 63 mil, o ministro Astronauta Marcos Pontes tem razão de estar feliz com aumento de 44%, passando a ganhar R$ 56,4 mil/mês, etc.), sem contar a LOA 2021 aprovada com reajuste de R$ 7,1 bi somente para os militares <https://bit.ly/3D3hlis>;

F3: constantes interferências do presidente na a) PGR (nomeando duas vezes o Aras, nome fora da lista tríplice do MPF e que enterrou as dez medidas contra a corrupção, a Lava Jato, Operação Greenfield, blinda o clã do presidente e membros do centrão); b) na PF para livrar seu clã, Queiroz e aliados da cadeia <ver relatório, laudo da perícia 1532/2020 https://bit.ly/31kSrub e vídeo https://bit.ly/3A5fNCw>, c) na RF, STJ e STF, com apoio de Toffoli <https://bit.ly/3irv2Qt>, Noronha <https://bit.ly/3mj8qmh e https://bit.ly/3FmSUi6>, Kássio Nunes <https://bit.ly/3l0KPHI>, Ricardo e Gilmar Mendes <https://glo.bo/2YjXay6 e https://bit.ly/3a6RBoN> para atuar em prol do filho Flávio Bolsonaro, atrasando ao máximo o avanço da denúncia com fartas provas feita pelo MPRJ <https://bit.ly/2RuAjvX e https://bit.ly/3vRAlgo>.

F4: estagnação ou piora do desempenho global do Brasil em vários rankings: a) IPC medido pela Transparência Internacional que aponta poucos avanços e uma série de retrocessos desde desmonte das forças tarefas, redução da participação social, ataques contra a imprensa e a sociedade civil, interferências, ausência de reformas anticorrupção, etc <https://bit.ly/39YYk4f>; b) Índice de Paz Global vem apontando piora anual no ranking (2018=106o lugar; 2019=116o; 2020=126o e 2021=128o), sendo quem em 2021 <https://bit.ly/3D5ZmIb> o país teve o maior percentual (83%) de pessoas com medo de ser vítima de crimes violentos.

Finalmente, alerto o Astronauta e sua tropa, que maioria dos indicadores piorou <https://bit.ly/3uyukFM>, é delírio acreditar em entregas positivas para o povo durante os 1000 dias, a não ser que estejam felizes com ganhos advindos de licitações, orçamento secreto, construção de obras, cargos e outras regalias, cujos valores se encontram anos-luz distante da maioria da população.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email