Decisões de bancos centrais sobre juros afetam bolsas no exterior

As taxas de juros desses bancos estão hoje nos atuais patamares -4% e 5,75% respectivamente. Em alta fecharam a Bolsa de Londres, com ganho de 0,19% e 6.547,90 pontos; a Bolsa de Amsterdã, com alta de 0,23% e 541,75 ponto; e a Bolsa de Milão, que subiu 0,36%, para 31.492 pontos.

Na contramão ficaram a Bolsa de Paris, com ligeira variação negativa de 0,03% e 5.804,39 pontos; a Bolsa de Frankfurt, em baixa de 0,13% e 7.944,99 pontos; e a Bolsa de Madri, que perdeu 0,20% e fechou com 1.612,98 pontos.

As decisões dos dois bancos centrais hoje era esperada por analistas e investidores, diante do cenário de turbulência no mercado financeiro internacional, causado pela crise no merca-do imobiliário americano -em particular a inadimplência no segmento de risco do mercado de hipotecas.

No setor bancário, no entanto, o otimismo dos investidores é mais evidente. A expectativa é de que o pior momento da crise financeira tenha passado e os bancos te-nham conseguido se ajustar aos impactos do mercado de hipotecas de risco.

As ações do banco Société Générale subiram 2%. “Entre os bancos franceses, o Société Générale, em nossa visão, oferece a combinação mais resistente de receitas, com as menores contribuições vindas do mercado de crédito”, informou o banco Dresdner Kleinwort em uma nota.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email