David Almeida amplia diálogo com setor do comércio

Lideranças do comércio do Amazonas participaram de reunião com o prefeito de Manaus, David Almeida, nesta segunda (19), para levar propostas de melhorias para a cidade e agradecer as políticas municipais com foco no setor, implementadas em meio à pandemia e a cheia recorde deste ano. Durante o encontro, ocorrido no Palácio Rio Branco, situado na avenida 7 de Setembro, Centro, os comerciantes também tomaram conhecimento de projetos de modernização da prefeitura, que ainda se encontram em estágio embrionário.

Em entrevista à reportagem do Jornal do Commercio, o presidente em exercício da Fecomércio-AM (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amazonas), Aderson Frota, informou que as propostas levadas pelo setor ao conhecimento do prefeito incluíram melhorias no trânsito, parcerias para profissionalização de imigrantes, conscientização da população quanto à destinação do lixo, entre outros quesitos que visam um melhor planejamento da cidade. 

“O encontro já estava agendado, já que a Fecomercio-AM faz parte do fórum permanente com a prefeitura. Foi uma reunião excelente, na qual apresentamos sugestões para colaborar com a administração pública. Não levamos nenhuma demanda, mas fizemos questão de agradecer as medidas tomadas por ele para o comércio, como a redução e escalonamento do pagamento do IPTU e o desconto no Alvará”, comentou.

Aderson Frota destaca que, em pouco mais de seis meses, o prefeito teve de enfrentar duas crises de estatura significativa, sendo que uma delas ainda não foi inteiramente controlada. A primeira foi a pandemia, especialmente a segunda onda, que exigiu muito do varejo tradicional e outros setores considerados não essenciais. A outra foi a cheia recorde de 2021. Mas, segundo o presidente em exercício da Fecomercio-AM, a reunião objetivou o futuro, com temas para o médio e longo prazo. O dirigente reforçou ainda que a desenvoltura e entusiasmo demonstrados pelo prefeito está fazendo com que o setor acredite mais na recuperação econômica de Manaus.

“Ele nos falou muito sobre ideias e nos mostrou projetos para revitalizar o Centro e atrair mais turistas para a cidade. Um deles seria a desapropriação do terreno do antigo prédio da Celetramazon, no fim da avenida Sete de Setembro, para a construção de um mirante. A cidade cresceu muito e tem muitos problemas. O Centro, especialmente, está muito bagunçado. Por isso, nós nos colocamos como parceiros, e ele ficou de agendar outra reunião para tratarmos dessas e outras propostas com mais detalhes”, adiantou.    

Galerias fluviais

Na mesma linha, o presidente do Sindivarejista-AM (Sindicato do Comércio Varejista do Amazonas), Teófilo Neto, confirmou que foram entregues, por parte dos representantes do setor, sugestões e ideias para desenvolver a cidade. O dirigente lembrou que reuniões como essa já são uma prática constante, legislatura após legislatura, mas considerou que esta reunião foi muito proveitosa para os participantes.

“Admirei a simplicidade do prefeito e seu desejo de estar em campo para solucionar problemas. Isso, levando em conta que enfrentou, em pouco tempo, dois grandes desafios, que são a pandemia e a cheia. Ele nos mostrou uma série de projetos que nos impressionou, sendo que um deles trata de novas galerias fluviais, com impermeabilização de esgotos, entre outras propostas, que incluem também a instalação de um polo de informática na cidade”, afiançou.

Sem entrar em mais detalhes, o dirigente adiantou ainda que o prefeito mencionou, durante a reunião, seu interesse em intensificar a campanha pela vacinação na cidade. A proposta seria reduzir ainda mais as faixas etárias, incluindo os manauenses de 12 a 17 anos de idade, nas próximas semanas, mas a ação ainda depende de resposta do Ministério da Saúde.  

“Diálogo proveitoso”

Em matéria divulgada pela Semcom (Secretaria Municipal de Comunicação Social), o prefeito destaca que encontros como esse são importantes para que os setores possam expor ao Executivo municipal as suas necessidades e ideias, contribuindo assim, para o surgimento de novos projetos, que podem auxiliar no desenvolvimento da capital.

“Manaus é uma das capitais mais complexas do nosso país, visto o tamanho e a importância para toda a região amazônica. Por isso, devemos, como representantes do povo, sentar e conversar com os representantes que compõem o setor econômico. Hoje, tive a oportunidade de me reunir com comércio e agradeço o apoio apresentado à gestão municipal, além das sugestões entregues. Esse diálogo é muito proveitoso e só comprova que estamos no caminho certo”, enfatizou.

Também participaram da reunião, o presidente do Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor do Amazonas (Sincadam), Enock Lunière Alves, e o Superintendente da Fecomércio-AM, Enio Luiz Ferrarini.

Foto/Destaque: Ruan Souza/Semcom

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email