Data aquece vendas do comércio, mas lojistas projetavam alta de 10%

Na quinzena que antecedeu o Dia dos Pais, comemorado no último dia 12, as vendas do comércio varejista de Manaus cresceram 5,75% em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo levantamento realizado pela CDL-Manaus (Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus), com base nas informações fornecidas por 50 empresas do comércio local, o desempenho do setor na véspera do domingo dos pais foi ainda mais expressivo, com uma alta de 15% sobre o mesmo intervalo de 2006.
De acordo com o presidente da CDL-Manaus, Ezra Benzion, os setores que registraram os melhores resultados nos primeiros quinze dias de agosto foram o de confecções, de calçados e de eletroeletrônicos. Com crescimento de 11%, as lojas de vestuário e calçados foram outra vez as mais freqüentadas pelos filhos, enquanto o ramo de eletroeletrônicos obteve o segundo melhor desempenho, com incremento de 9%.
O balanço divulgado ontem pela CDL-Manaus confirmou as projeções da pesquisa de Índice de Intenção de Compra e Confiança do Consumidor da Fecomercio-AM (Federação do Comércio, de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amazonas). Dos 400 consumidores entrevistados, 55% afirmaram que tinham a intenção de presentear os pais, enquanto 45% disseram que não planejavam sair às compras.
Entre as 220 pessoas que comprariam presentes, 20% revelaram a vontade de adquirir itens de vestuário e 12% responderam que o celular (produto comercializado em diversas lojas de eletroeletrônicos) era a escolha para a data.
A pesquisa de intenção de compra foi aplicada em julho, com referência ao mês de agosto, em diferentes bairros de Manaus. Além da equipe do Sistema Fecomercio-AM, consultores do Sebrae-AM (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) participam do trabalho.
Apesar do aquecimento considerável experimentado pelo comércio varejista na primeira quinzena de agosto, o resultado ficou aquém da estimativa da CDL-Manaus, que havia projetado uma elevação de 10% para o período.
“Esperávamos um crescimento maior, mas alguns segmentos não foram tão bem. Um deles foi o ramo de CDs e DVDs, no qual aguardávamos alta de 10%, mas as vendas tiveram acréscimo de apenas 4,5%”, explicou o dirigente.
De acordo com Benzion, a Câmara dos Dirigentes lojistas aposta em uma expansão de 10% nas vendas deste ano, na comparação com 2006.
Ao contrário do que indicou o levantamento da CDL-Manaus, o presidente da ACA (Associação Comercial do Amazonas) e do grupo TV Lar, José Azevedo, avaliou que a venda dos eletroeletrônicos permaneceu estável nas duas semanas que antecederam o Dia dos Pais.
“A venda de itens da ‘linha dura’ se equiparou ao desempenho do ano passado. Os produtos que mais saíram foram roupas e calçados, até porque a maioria dos filhos não tem um alto poder aquisitivo”, analisou.

Desemprego preocupa

Segundo Azevedo, os empresários do comércio temem não ter o retorno esperado nas vendas deste segundo semestre, por conta das demissões que vem ocorrendo nas empresas do PIM (Pólo Industrial de Manaus). “Estou muito preocupado com a diminuição dos empregos, já que os trabalhadores também são consumidores. O governo do Amazonas está agindo para solucionar o problema da guerra fiscal com outros Estados, mas para nós o momento é de preocupação”, enfatizou o representante patronal.
Conforme os indicadores industriais da Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus), o número de empregos diretos gerados pelas fábricas em junho deste ano era 4,18% menor que a mão-de-obra empregada no mesmo mês do ano passado.
Em junho de 2006 as indústrias do Pólo Industrial de Manaus mantinham 99.581 empregos (entre efetivos, temporários e terceirizados), número que reduziu para 95.577 no sexto mês deste exercício, ou seja, 4.004 empregos a menos.
A quantidade de empresas que informaram seu quadro funcional também diminuiu de um período para o outro –de 408 para 381 organizações.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email