2 de julho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Cteep é a principal vencedora do leilão de linhas de transmissão

A Cteep (Transmissão Paulista) foi a principal vencedora do leilão de linhas de transmissão realizada no Rio de Janeiro, levando cinco dos 12 lotes de linhas ofertadas pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

A Cteep (Transmissão Paulista) foi a principal vencedora do leilão de linhas de transmissão realizada no Rio de Janeiro, levando cinco dos 12 lotes de linhas ofertadas pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).
As empresas espanholas Isolux e Elecnor ganharam outros quatro lotes, ficando cada uma com duas.
O leilão de energia foi marcado pe-lo menor deságio médio entre as licitações feitas pela Aneel até hoje.
A Cteep, empresa controlada pela colombiana ISA desde 2006, ganhou três lotes (E, H e K) que estão concentrados em São Paulo, principal área de atuação da empresa. Outros dois lotes obtidos por ela (I e S) estão situados na região Sul.
A espanhola Isolux ganhou as linhas A e B, que fazem parte do Linhão -que tem 1.829 quilômetros que passam pela floresta amazônica e será o responsável pela interligação do sistema elétrico da região Norte com o restante do país. A compatriota Elecnor, por sua vez, venceu os lotes J e L, que ficam nos Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Goiás. O consórcio TBE Centro-Oeste, controlado pela EATE (Empresa Amazonenze de Transmissão de Energia), levou o lote D, que compreende cinco linhas e suas subestações no Estado de Mato Grosso. As empresas estatais levaram os outros dois lotes.
O consórcio Amazonas, liderado pela Eletronorte, arrematou o lote C. O consórcio entrou com um recurso para poder participar do leilão, fazendo com que o evento fosse suspenso até que fosse aceito.
O lote C também faz parte do Linhão, que tem como principal objetivo reduzir significativamente a chamada CCC (Conta de Consumo de Combustíveis Fósseis), que está embutida nas tarifas de energia do resto do país. A construção da linha do lote C era vital para esse plano, já que cerca de 80% da CCC vêm para cobrir gastos com a produção e energia direcionada para a região de Manaus -para onde vai a linha. o lote G, que engloba uma linha de transmissão e uma subestação na Bahia.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email