Crise obriga venda de banco público alemão

A crise das hipotecas de crédito de alto risco nos Estados Unidos determinou a venda do banco público do Estado alemão de Sajonia, o Sachsen LB, a outra entidade regional, o LBBW (Landesbank Baden-Württemberg).
Pela venda do banco, o Estado de Sajonia receberá 300 milhões de euros (US$ 409 milhões), segundo o primeiro ministro estadual, Georg Milbradt.
Uma das dificuldades da venda, segundo reportagem publicada no jornal espanhol “El Pais” na segunda-feira, foi avaliar e quantificar os riscos da instituição financeira.
Desta forma, ficou definido que o LBBW pode devolver o Sachsen LB em caso de ocorrerem “ricos extraordinários”.
Até agora, os proprietários do Sachsen LB, o menor banco da Alemanha, foram o Estado de Sajonia, com 37%, e um grupo financeiro da região, o SFG (com os 63% restantes). Recentemente, o SFG injetou 17,3 bilhões de euros (US$ 23,6 bilhões) no Sachsen LB para resgatá-lo da crise financeira que atravessava, devido à sua exposição à crise hipotecária dos Estados Unidos. A Comissão Européia está analisando a operação, para verificar se a ajuda foi ilegal.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email