Crise internacional faz relator adiar entrega

Em conseqüência da crise econômica internacional, o senador Delcídio Amaral (PT-MS) decidiu adiar a entrega do Orçamento Geral da União de 2009 à Comissão Mista de Orçamento do Congresso, prevista para hoje. Como o prazo para a apresentação da proposta termina no dia 21 de outubro, Delcídio preferiu esperar os desdobramentos da crise e a reestimativa de gastos do governo federal para o ano que vem -provocada pela turbulência nos mercados internacionais.
O relator da peça orçamentária pretende incluir na proposta um fundo de contingência para criar reservas ao país em 2009, caso a crise internacional ganhe força. “Essa reserva cria condições para flexibilizar o Orçamento. Foi feita uma reavaliação de receita, trouxemos para um valor menor. Em função das conseqüências desse processo, vamos reavaliar item a item para criarmos um Orçamento que reflita a situação que o país venha a enfrentar”, disse o relator. Apesar da crise, Delcídio afirmou que o texto mantém a previsão de crescimento de 4,5% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2009. O senador disse que poderá haver mudanças na previsão de crescimento em conseqüência da crise, mas inicialmente se propôs a manter o percentual estimado pelo governo.
Segundo o senador, o ministro Paulo Bernardo (Planejamento) vai encaminhar ao Congresso até o dia 21 de outubro as mudanças do governo na peça orçamentária devido à crise internacional.
“Precisamos de austeridade, prudência, cautela para que a gente faça uma peça orçamentária que não se transforme em uma peça inexeqüível e, nessa altura do campeonato, irresponsável”, afirmou.
Delcídio disse que a reserva que será incluída no texto poderá ser utilizada para aumentar o superávit primário, mas ressaltou que caberá ao governo optar por essa alternativa. “Todo governo pode fazer uma série de ajustes. Até o dia 21, teremos margem para discutir. Eu acho prudente adiar porque, em situação de instabilidade, quem sabe não aparece algum fato novo?”, questionou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email