Nas próximas semanas, a comissão responsável pela criação do “Comitê Local de Proteção a Crianças e Adolescente Pró-Copa do Mundo” tomará as últimas providências para sua implantação. Na última quinta-feira (30), membros das esferas municipais e estaduais, ONGs e representantes de diversas entidades reuniram-se no auditório da Semasdh (Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos) para debater as propostas iniciais para o comitê.
A apresentação do plano vem sendo elaborada há algumas semanas. O trabalho começou com a descrição do que será esse Comitê, bem como sua ação na cidade de Manaus, antes, durante e após o período da Copa do Mundo.
O projeto tem como finalidade ser um vigilante social de crianças, adolescentes e mulheres em risco, visando o enfrentamento diário de toda e qualquer violação dos direitos desses grupos. A ideia é ainda chamar a atenção da sociedade civil organizada e autoridades para este debate a fim de uma mudança de postura em defesa dos direitos humanos.
A secretária-executiva da Seas (Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania), Graça Prola, disse que a criação do Comitê já era planejada há algum tempo, mas no processo foi detectado que não havia necessidade de duas unidades deles (um municipal e outro estadual) atuando na mesma atividade. Com essa observação, foi possível reunir-se com a prefeitura e delegar apenas um Comitê estando este sob a responsabilidade da administração municipal, por meio da Semasdh, sendo apoiado pela Seas e outros parceiros.
A proposta é evitar que crianças e adolescentes sejam vítimas de trabalho infantil, tráfico internacional, exploração sexual, abandono, e negligência, principalmente neste período. Pois, durante a Copa do Mundo na África do Sul, foi relatado que muitos jovens desapareceram de Joanesburgo e não retornaram mais à cidade. Nesse sentido, o Comitê vai enfrentar tais situações, visto que o fluxo de turistas internacionais na cidade de Manaus e demais cidades-sedes da Copa do Mundo no Brasil será alto.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email