Criança de 10 anos vai à ALE e revela que sofre bullying

Diversos temas foram abordados durante a execução do projeto “A Câmara quer te ouvir”, da Câmara Federal, na última sexta-feira, 15, na Aleam (Assembleia Legislativa do Amazonas), porém, o que chamou a atenção dos participantes foi a problemática explanada por um cidadão de apenas 10 anos de idade que, com toda propriedade, solicitou políticas públicas voltadas para o combate e prevenção do bullying nas escolas. Mateus Saqueto dos Santos, estudante do 6º ano da Escola Estadual Pedro Silvestre (Centro da cidade), emocionou os presentes com seu depoimento.
“Todos os dias vejo meus colegas sendo ‘malinados’ por meninos maiores. Na minha sala tinha um garoto que sempre colocava meus amigos de cabeça para baixo e tomava o dinheiro deles. O garoto foi transferido de sala, mas mesmo assim retorna na hora do intervalo e faz a mesma coisa”, desabafou.
Muito aplaudido, Mateus recebeu da Mesa Diretora do evento a promessa de trabalho efetivo em prol da elaboração de projetos voltados ao combate da violência escolar, que nos últimos anos tem se mostrado latente no país.
O projeto da Ouvidoria da Câmara Federal serviu para o ‘desabafo’ da população amazonense, que pôde mostrar aos políticos locais e federais seus ‘objetos’ de indignação, com destaque para as deficiências na segurança pública, atraso nas obras da Copa do Mundo, falta de investimento em mobilidade urbana.
Além de problemáticas relacionadas ao meio ambiente, Zona Franca de Manaus, homofobia, combate ao crack e fronteiras, que também fizeram parte da lista de assuntos discutidos.
Ouvidor-geral da Câmara Federal, deputado Miguel Corrêa (PT-MG), explicou que por meio deste programa a Câmara vai ouvir a opinião da sociedade sobre temas em discussão na Casa Legislativa e criar mecanismos para que o cidadão tenha voz influente nas decisões do Congresso Nacional.
A opinião do cidadão, segundo Miguel Corrêa, é fundamental para a consolidação da democracia no Brasil, pois a participação popular em um país democrático é extremamente importante para o fortalecimento do país e do Parlamento, com a sociedade, jamais, deixando de ser ouvida.
“O objetivo das audiências públicas externas é levar a Câmara dos Deputados à sociedade brasileira, ouvindo-a e incentivando-a a participar e a intervir nos temas de importância nacional”, assinalou.
Dentre os presentes estavam os deputados federais Francisco Praciano (PT-AM), Pauderney Avelino (DEM-AM), Luis Tibé (PTdoB-MG), Ouvidor-geral da Câmara Federal, deputado Miguel Corrêa (PT-MG) além do presidente do TJA (Tribunal de Justiça do Amazonas), desembargador João Simões.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email