Crescimento desacelera com consumo menor e pressão inflacionária, diz Fed

O crescimento da economia dos Estados Unidos continua a desacelerar, e as pressões inflacionárias têm aumentado por conta da disparada dos preços das matérias-primas (commodities), afirmou o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) em seu “Livro Bege” (documento baseado em dados coletados em suas 12 divisões regionais).
O documento ressalta ainda que os consumidores estão mais cautelosos por conta da crise de crédito iniciada no setor imobiliário.
“A atividade econômica desacelera desde o início do ano”, com queda forte na atividade produtiva, mencionaram oito das 12 divisões do Fed, enquanto que as outras destacam “crescimento fraco, lento e pequeno”, destaca o documento bimestral.
Sobre os gastos com consumo, o Fed os classificou de “modestos no geral”, enquanto que a atividade do setor industrial foi descrita “fraca e em desaceleração” em metade das regiões pesquisadas.
No setor imobiliário residencial, segundo o “Livro Bege”, a atividade se manteve “fraca nos dois últimos meses”, com um nível de atividade “baixo” no que se refere a vendas e nos preços dos imóveis.
No que diz respeito à inflação, “todos as regiões pesquisadas registraram pressões de alta nos preços das commodities e de energia”. O preço do petróleo ganha destaque.
Já as pressões sobre os salários, ao contrário, se mantiveram “limitadas”.
O Fed destaca que na maior parte do país, algumas empresas reduziram suas contratações, e várias regiões registraram “com mais freqüência demissões, reduções da jornada de trabalho e congelamento de admissões”.
O “Livro Bege’’ é divulgado cerca de duas semanas antes da reunião de política monetária do Federal Reserve. A próxima está programada para o dia 18 deste mês -extraordinariamente, ocorrerá em apenas um dia.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email