Cresce o número de empregos na indústria de transformação do Pará

O Pará teve crescimento de 0,29% de postos de trabalho na indústria de transformação, em fevereiro em relação a janeiro, segundo o Dieese (Departamento de Estatística e Estudos Socioeconômicos), com base nos dados do Ministério do Trabalho e Emprego. O resultado é atribuído a aportes do governo estadual e da iniciativa privada na verticalização da produção.
O balanço do Dieese registra em fevereiro 3.016 contratações contra 2.760 desligamentos, o que gerou saldo positivo de 256 postos de trabalhos. Em fevereiro de 2009, a situação foi inversa, com 2.687 contratações contra 4.194 desligamentos e um saldo negativo de 1.507 postos de trabalhos.
As análises do Dieese mostram que o Norte apresentou resultados positivos de empregos formais em fevereiro, à exceção do Acre, que apresentou queda de 0,48%. Na região, a indústria de transformação fez 10.084 contratações contra 8.371 desligamentos, um saldo foi positivo de 1.713 postos de trabalho e um crescimento de 0,67%.
Se calculados os saldos dos últimos 12 meses, o resultado também é positivo na indústria de transformação. No Pará, de março de 2009 a fevereiro de 2010, foram feitas 39.130 contratações contra 38.979 desligamentos, sendo que o crescimento foi de 0,17% no emprego formal. De acordo com o Dieese, no período, todos os estados do Norte tiveram crescimento de emprego no setor. A região teve um crescimento de 2,31%, devido ao saldo positivo de 5.746 postos de trabalho.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email