10 de abril de 2021

Cresce fabricação de auto-rádios na Zona Franca

https://www.jcam.com.br/13022008_CAPA_A5.jpg
Mais de 2 milhões de auto-rádios fabricados tiveram como destino o comércio nacional. O restante da produção abasteceu os mercados local e o exterior.

A indústria e o comércio de Manaus obtiveram crescimento significativo nos negócios de auto-rádio em 2007. As fabricantes do setor na ZFM (Zona Franca de Manaus) alcançaram aumento no faturamento e na produção no ano passado em relação a 2006. Já os comerciantes registraram alta de até 70% nas vendas destes aparelhos e apostam nos rádios com tecnologia ­bluetooth, a grande “vedete” do segmento.
A produção de auto-rádio no PIM (Pólo Industrial de Manaus) obteve acréscimo de 37,88%, considerando o intervalo de janeiro a novembro de 2007 (2.900 milhões unidades) em relação ao mesmo período do ano anterior (2.103 milhões). O número fabricado até o décimo primeiro mês do ano passado já é 29,56% superior ao total produzido no acumulado de 2006, que foi de 2.238 milhões de auto-rádios.
O mês outubro do ano passado apresentou até o momento a maior produção do ano com 378.919 mil unidades fabricadas, superando em 52,62% o melhor índice mensal de 2006 de 248.133 mil, também registrado em outubro. Na comparação mês a mês, os índices do ano passado foram todos os superiores aos resultados de 2006.
As vendas das indústrias produtoras de rádios para veículos da ZFM (Zona Franca de Manaus) somaram 2.922 milhões até o mês de novembro de 2007, registrando alta de 34,94% ante ao resultado do ano anterior, que foi de 2.166 milhões. Deste montante, a maior parte –2.150.603 milhões– teve como destino o comércio nacional. O restante da produção abasteceu os mercados local (236.139 mil) e exterior (176.126 mil).
Juntas as empresas fabricantes alcançaram faturamento de US$ 390.081 milhões, considerando as vendas realizadas até o ­décimo primeiro mês do ano passado. Em relação à receita total registrada em 2006, que ficou em US$ 288.258, o acréscimo em 2007 já é de 35,32%.

Alta no
comércio

A loja Rodrigo Som, especializada em venda, manutenção e instalação de auto-rádio, alcançou incremento de 70% na saída deste produto em 2007, comparando ao resultado obtido no ano anterior. Segundo o proprietário do estabelecimento, Rodrigo Hathir, o crescimento das vendas foi motivado pela facilidade de pagamento. “Além da possibilidade da compra parcelada no cartão de crédito, a estabilidade da economia garantiu aumento no poder aquisitivo dos consumidores”, comentou.
De acordo com o empresário, a alta não foi provocada por decréscimo no preço dos produtos, que estão “congelados” há cerca de dois anos. O custo do auto-rádio varia entre R$ 300 e R$ 1.600. O aparelho mais vendido na Rodrigo Som é o modelo da Pioneer com leitura das músicas em CD nos formatos MP3 e WMA (Windows Media Auto). O produto, que traz o controle remoto com acessório, custa R$ 400. Já o custo do serviço de instalação é em média de R$ 20 a R$ 30.
A loja comercializa ainda auto-rádio de diversas outras marcas, entre elas Sony, JVC, Aiwa e Boss. No estoque, o mix de produtos abrange nacionais e importados, trazidos da Venezuela, Guatemala, Honduras, China e Malásia. “O rádio comprado do exterior apresenta maior saída devido ao baixo preço em comparação ao de origem brasileira”, disse. A projeção de Rodrigo Hathir é incrementar em 30% as vendas em 2008 em relação ao índice registrado no ano passado.
Atualmente, o carro-chefe no mercado de rádios para carros são os modelos com tecnologia “Blue­tooth”.­ O produto permite a conexão com notebook, celular e PDA (Personal Digital Assistants ou computador de mão).
“Se o telefone estiver conectado ao rádio, a ligação será transferida para os alto-falantes, funcionando como uma espécie de viva-voz. Dessa forma, o motorista não vai precisar tirar a mão do volante”, explicou Hathir, acrescentando que essa conversão só será possível, caso o telefone também possua o recurso bluetooth.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email