22 de abril de 2021

Cresce a produção de soja e arroz no Amazonas

A Conab/Matriz divulgou, semana passada, os novos números da previsão de safra para o ano que vem, ou seja, a safra 2020/2021. A Companhia corretamente ajustou os números do Amazonas para a safra de soja que foi divulgada, equivocadamente, no levantamento passado. Esse ajuste só foi viabilizado em razão do encontro entre a Conab/AM, SEPROR e IDAM. O que reforça a necessidade da volta dos encontros do Grupo de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias – GCEA, coordenado pelo IBGE, que pode ser perfeitamente virtual. Os novos números apontam um crescimento da soja no Sul do Amazonas, em Humaitá, de 22,6%. Passando de 5,3 mil toneladas para 6,5 mil toneladas. Tem aumento de área plantada e de produtividade também.

Arroz sobe 50%

A Conab/Matriz também divulgou os novos números da safra de grãos do Brasil corrigindo os números do Amazonas relacionados a produção de arroz que não estavam corretos no último levantamento. Como dito acima, além do arroz, corrigiram também o da soja. Nos números divulgados no 3° levantamento, o Amazonas tem a previsão de aumento em torno de 50% na produção de arroz, ou seja, saindo de 5,4 mil para 8,1 mil toneladas. Maior aumento percentual na Região Norte, maior aumento percentual no Brasil.

Números do Brasil

O 3º Levantamento da safra de grãos 2020/21, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) na última quinta-feira (10), mantém a tendência de crescimento no que se refere à área plantada e à produção no comparativo com a safra passada. A perspectiva continua sendo de novo recorde, mas houve diminuição frente ao estimado em novembro. De acordo com a Conab, o Brasil deverá colher 265,9 milhões de toneladas de grãos, ou seja, 9 milhões de toneladas, 3,5 % a mais do que a temporada de 2019/2020. Em relação ao mês passado, houve redução de 3,1 milhões de toneladas, decorrente de problemas climáticos na Região Sul do país.

O levantamento indica também crescimento de 1,6% sobre a área da safra 2019/20, totalizando 67 milhões de hectares. Nesta temporada, soja e milho correspondem a 89% da produção de grãos considerada pela Conab – 16 produtos ao todo. Para a soja, é estimado crescimento de 3,3% na área e sua produção pode chegar a 134,5 milhões de toneladas, firmando o país como o maior produtor mundial da oleaginosa. O milho primeira safra tem redução de 2,1% na área. Para a safra total de milho primeira, segunda e terceira safras, a produção estimada totaliza 102,6 milhões de toneladas. Em novembro, as estimativas eram de 134,95 milhões de t de soja e 104,89 milhões de t de milho.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email