6 de maio de 2021

Queremos um ano novo, queremos um ano diferente, um ano melhor. Mas, estamos preparados para essas mudanças?

A mudança traz desafios. Eu particularmente sou uma pessoa que gosta de mudanças. Viver sempre a mesma coisa não é desafiador, tampouco traz motivação a mim. Mudança tem seu lado bom, mas, mesmo para mim que gosto delas, muitas vezes, em meio aos desafios que temos para vencer, dificuldades aparecem, e podemos pensar que dessa vez não vamos conseguir. Mas, sempre há uma maneira de superar as dificuldades provenientes das mudanças – precisamos querer que a mudança dê certo.

Em uma nova situação, raramente alguém se sente a vontade de primeira. Não espere isso de você mesmo.

Às vezes, mesmo com toda a experiência que você pode ter em determinada área, você pode se sentir preocupado em alguma situação. Você pode ter vasta experiência e vivência em palestrar para grandes auditórios por exemplo, mas sentir ansiedade ao palestrar para um determinado grupo de ouvintes.

Mesmo que você seja experiente e adore o que faz, mesmo que seu ritual já seja bem conhecido para você mesmo, você pode ficar preocupado ou com dificuldade de dormir no dia anterior. E tudo bem, isso é normal.

“A única coisa que não muda, são as mudanças”. Essa frase era típica do meu pai, Paulo Pedrosa. Ele sempre falava isso, desde que eu era criança. Hoje adulta, vejo que de fato, ele estava certo.

Adaptando-se a mudanças

Sabemos que qualquer mudança envolve ansiedade e exige um certo tempo para adaptar-se à nova situação. Mas também sabemos que o ser humano tem uma facilidade muito maior do que se imagina de conviver com a mudança. Em poucos dias, já estamos familiarizados com a nova situação, por mais diferente que possa ser das situações anteriores.

Novos empregos, novas casas, novas cidades, novos relacionamentos, novos filhos são ocasiões de mudança que, inevitavelmente, gerarão tensão e ansiedade. É natural e passará mais rapidamente se tivermos consciência disso e soubermos administrar melhor essa aflição. Cabe a nós decidir passar pela mudança da melhor maneira possível.

Usufrua do que a mudança lhe oferece e você será capaz de apreciar aquilo que realmente importa. Use a mudança, seja ela qual for, não como um castigo ou algo que você faz automaticamente, mas como uma oportunidade para mostrar (também para você!), o que você pode fazer. Mesmo que a mudança não seja a mais satisfatória, essa atitude favorecerá seu crescimento e preparará você para outra oportunidade melhor. Deixará você pronto para conquistas cada vez maiores.

Em uma pesquisa realizada com casais recém-casados, aqueles que reconheciam as dificuldades de adaptar-se à sua nova situação sentiam-se uma vez e meia mais à vontade um com o outro e com o casamento do que aqueles que tentavam negar a dificuldade de lidar com a mudança.

Se você não tiver certeza, escolha a opção mais positiva

Diante de situações de incerteza, as pessoas infelizes chegam a conclusões negativas. Por exemplo, se não sabem ao certo porque alguém está sendo gentil, assumem que é por algum interesse egoísta disfarçado. As pessoas felizes, diante da mesma situação, escolhem a alternativa positiva, isto é, que a pessoa é realmente gentil e gosta delas.

Quando a nossa tendência é encarar um gesto generoso de forma negativa, como puro interesse egoísta ou forma de enganar-nos, vamos nos tornando frios, críticos e cínicos. E ficamos sem saída porque uma pessoa a quem vemos negativamente não pode fazer nada para melhorar nossa impressão a seu respeito.

Isso não significa que sejamos ingênuos ou que nos deixemos enganar com facilidade. É preciso ficar atento, mas é necessário também que a nossa primeira reação seja de alegria e reconhecimento, até prova em contrário, pelo menos.

As pessoas felizes e as pessoas infelizes olham e explicam o mundo de maneira diferente. Quando uma pessoa infeliz precisa interpretar o mundo, em oito a cada dez vezes ela verá o lado negativo de um gesto ou acontecimento. Quando uma pessoa feliz precisa interpretar o mundo, em oito a cada dez vezes, ela verá o lado positivo.

As pessoas que acreditam que não alcançarão seus objetivos são infelizes, mas aquelas que acreditam que alcançarão exatamente o que querem também o são. As pessoas mais felizes acreditam que atingirão alguns de seus objetivos e que terão satisfação em vários aspectos da vida.

Veja o lado positivo das mudanças em sua vida!

Boa semana!

Fiquem com Deus!

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email