25 de junho de 2022

Alfândega do Porto de Manaus doa computadores ao Hospital Beneficente Portuguesa

Assessoria de Comunicação da Alfândega do Porto de Manaus

A Alfândega do Porto de Manaus doou 20 CPU e 20 monitores do patrimônio da Receita Federal que, por terem sidos substituídos por equipamentos mais modernos, estavam em desuso. Após a realização de todos os procedimentos necessários para promover a doação os computadores foram destinados ao Hospital Beneficente Português para serem usados em diversas atividades.

O delegado da Alfândega do Porto de Manaus, José Alves, o delegado-adjunto, Marcelo Calbo, e a analista-tributária, Silea Cavalcante, visitaram o hospital e foram recepcionados pelo presidente da entidade, Vitor Vilhena Gonçalo da Silva, e pelo assessor da diretoria, Benzion David Rudnitzki. Durante a visita foi possível constatar a utilização dos computadores doados em vários setores do Hospital.

O delegado José Alves ressaltou que esse tipo de doação é muito importante para promover e estreitar o relacionamento entre as instituições, além de possibilitar o reaproveitamento de equipamentos de informática que ainda estão funcionando.

O Hospital Beneficente Português do Amazonas, mais conhecido como Beneficência Portuguesa ou Sociedade Portuguesa Beneficente do Amazonas, é um hospital fundado em 1873 por imigrantes portugueses na cidade de Manaus. Localiza-se desde o dia 17 de dezembro de 1893 na rua Joaquim Nabuco, Centro da capital amazonense. Atualmente, é um hospital de referência no Amazonas.

Entrega de declarações do imposto de renda 2022 já ultrapassa 19 milhões

A Receita Federal informa que até às 11 horas do dia 06/05 foram entregues 19.704.191 declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2022, ano-calendário 2021. A expectativa é de que 34.100.000 declarações sejam enviadas até o final do prazo.

No Amazonas, até às 16h do dia 06/05, foram entregues 248.410 declarações do Imposto de Renda Pessoa Física 2022. A expectativa é que sejam entregues 392.031.

Lotes de Restituição

Mensalmente a Receita Federal recebe do Secretaria do Tesouro Nacional (STN) recursos para pagar as restituições e cria lotes bancários. A inclusão de contribuintes nesses lotes obedece aos seguintes critérios legais:

  1. idosos;
  2. contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério;
  3. demais contribuintes.

Havendo empate nos critérios, quem entregou primeiro tem prioridade.

Para saber mais sobre a restituição do imposto de renda use o link https://cutt.ly/gG4LfHY

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email