Consumo de energia cresce 5,2% em 2007

O consumo de energia elétrica no país, nos últimos 12 meses encerrados em outubro, foi recorde histórico. De acordo com dados divulgados pela EPE (Empresa de Pesquisa Energética), o consumo atingiu 372.960 GWh (gigawatts hora), o que indica uma expansão de 5% em relação a igual período do ano anterior.

No comparativo a outubro do ano passado, a expansão do consumo de energia foi de 6%. No ano, a taxa acumula crescimento de 5,2%.

O aumento do consumo, pu­xado pela expansão maior da eco­nomia, gera temores de gargalo energético no curto prazo. O presidente da EPE, Maurício Tolmasquim, disse que o recorde não leva em consideração o ano de 2003, posterior ao racionamento. “Em razão da economia de energia em 2002, a base comparativa foi muito baixa.

Tirando isso, temos esse recorde que indica um crescimento sustentável do consumo de energia elétrica”, afirmou.

O crescimento foi puxado principalmente pelo consumo residencial, que nos últimos 12 meses aumentou 6%, para 90.128 GWh. Em relação a outubro deste ano e do ano passado, a expansão foi de 5,7%, para 7.593 GWh. No acumulado do ano, o consumo está em 75.323 GWh, 6,1% acima dos primeiros dez meses de 2006.

O consumo industrial, que representa 45,9% do total, cresceu 4,5% nos últimos 12 meses, indo a 171.135 GWh. Em relação a outubro de 2006, o incremento foi de 5%, para 14.791 GWh, e no acumulado do ano a alta é de 4,7%, 142.528 GWh.

Apesar de o crescimento da indústria, nos últimos 12 meses, ter ficado abaixo da média geral, Tolmasquim ressaltou que o setor vem se recuperando de forma sustentável. Lembrou que em novembro de 2005 a outubro de 2006, o consumo da indústria crescera 2,7%. Por fim, o consumo comercial teve crescimento de 6,5% nos últimos 12 meses, indo a 58.259 GWh.

Em comparação a outubro­ do ano passado, a alta foi de 7,5%, para 4.911 GWh, e no­ acumulado do ano o consu­mo totaliza 48.562 GWh, aumen­to de 6,7% em relação ao mesmo período de 2006.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email