Consumidor pretende economizar neste Natal

Consumidores brasileiros devem gastar com mais moderação no Natal deste ano. De acordo com pesquisa realizada pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de proteção ao Crédito) 77% dos consumidores planejam gastar menos com a compra de presentes para comemorar a data, mas o índice é inferior à intenção declarada em 2013 (80%).
A maior parcela dos consumidores (71%) vai pagar suas compras de fim de ano à vista, em dinheiro (56%), com débito no cartão (34%), com cartão de crédito (8%) e por meio de carnê ou boleto (2%). Os 29% que pretendem parcelar afirmam que vão utilizar principalmente (87%) o cartão de crédito como forma de pagamento.
Dos consumidores que responderam à pesquisa, 49% pretendem fazer suas compras para o Natal e final de ano em lojas de rua, 29% em shopping centers e 22% em galerias ou centros comerciais. Além disso, 68% afirmam que a ceia deste ano estará igual ou mais farta que a de 2013.
De acordo com o levantamento, menos consumidores devem usar o 13º para quitar dívidas: 43% dos entrevistados declaram que pretendem quitar dívidas pendentes ou em atraso com o dinheiro do 13º salário, índice 14p.p. menor do que o declarado em 2013 (57%). E 13% devem guardar o dinheiro para pagamento das contas de início de ano.
Há um aumento de 39% para 64% na percepção dos consumidores de que a economia hoje está pior, em comparação ao mesmo período do ano anterior. Esta opinião prevalece em todas as classes sociais, principalmente na classe A (85%), e nas regiões Sudeste (68%) e Centro-oeste (67%).
Segundo a pesquisa, 50% dos consumidores acreditam que a economia estará pior em 2015, em comparação com este ano (2014). Em 2013, esse percentual era de 34%. O índice também prevalece em todas as classes sociais, principalmente nas classes A (73%) e B (60%), e nas regiões Sudeste (54%) e Sul (51%).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email